Exportar registro bibliográfico

Agregação em aminoácidos: novas constantes de equilíbrio em meio aquoso (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: MOUCHREK FILHO, JOAO ELIAS - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Subjects: AMINOÁCIDOS; QUÍMICA ANALÍTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Embora mais de trezentos aminoácidos diferentes identificados na natureza, somente vinte são encontrados como constituintes das unidades básicas formadoras das proteínas sendo os únicos codificados pelo DNA, o material genético na célula. Apresentam na molécula grupos ácidos e básicos ocorrendo a formação de um íon dipolar ou zwitterion. O presente estudo trata da determinação dos pK e das constantes de agregação através de medidas de 'pK IND.1' dos aminoácidos, essenciais e não essenciais, em condições de força iônica constante, com base na calibração inicial do eletrodo de vidro em meio ácido para medir valores de pH, isto é, valores expressos em concentração hidrogeniônica, realizadas potenciome-tricamente com quatro forças iônicas distintas:0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 mol'L POT.-1' em NaCl a '(25,0±0,1) GRAUS' C. A calibração inicial do eletrodo de vidro foi realizada com uma solução de HCl 1,0x'10 POT.-2' mol'L POT.-1' e solução de NaCl em concentrações que variaram de 5,0x'10 POT.-1' mol'L POT.-1' a 20x'10 POT. -1' mol'L POT.-1', um pH condicional de 2,0 foi obtido. Este processo permite determinar diretamente a concentração de ácido livre nas soluções após coloca-las na presença de eletrólito suporte, de modo a manter a mesma atmosfera iônica da solução calibradora.) Um programa computacional em linguagem Quick Basic, baseado na Equação de Nersnt, analisou as curvas por processo de mínimos quadrados obtendo-se a resposta do eletrodo nas titulaçõessequênciais. A linearização das curvas, balanços protônicos, massa, volume e estratégia de estudos de equílibrio foram introduzidos em um outro programa de linguagem em Quick Basic, com base na Equação de Hendersson-Hasselbalck, para obtenção das constantes de agregação, que não são levadas em consideração pela Literatura. Os resultados mostraram que os aminoácidos forma dímeros em solução aquosa mesmo nas menores concentrações medidas. As constantes de agregação dos aminoácidos estudados, apresentaram valores que vaiaram de 33 a 614 'mol POT.-1'L o que corresponde a números na ordem de 3.000 a 131.000 vezes maiores que as constantes de ionização. Em função destes resultados, as moléculas, possivelmente, estejam em solução, predominantemente na forma agregada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.09.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOUCHREK FILHO, João Elias; CHIERICE, Gilberto Orivaldo. Agregação em aminoácidos: novas constantes de equilíbrio em meio aquoso. 2003.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003.
    • APA

      Mouchrek Filho, J. E., & Chierice, G. O. (2003). Agregação em aminoácidos: novas constantes de equilíbrio em meio aquoso. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Mouchrek Filho JE, Chierice GO. Agregação em aminoácidos: novas constantes de equilíbrio em meio aquoso. 2003 ;
    • Vancouver

      Mouchrek Filho JE, Chierice GO. Agregação em aminoácidos: novas constantes de equilíbrio em meio aquoso. 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021