Exportar registro bibliográfico

A sustentabilidade do edifício alto: uma geração de edifícios altos e sua inserção urbana (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: GONCALVES, JOANA CARLA SOARES - FAU
  • Unidade: FAU
  • Sigla do Departamento: AUT
  • Subjects: EDIFÍCIOS ALTOS; CONFORTO AMBIENTAL; ARQUITETURA (ASPECTOS AMBIENTAIS)
  • Language: Português
  • Abstract: natural e da eficiência energética, e também de impacto global, como a contribuição indireta do edifício na eliminação de CO2 na atmosfera.Complementando a discussão sobre questões da verticalidade, uma série de exercícios de projeto foram desenvolvidos para localidades da cidade de São Paulo, com o intuito de instrumentar reflexões de arquitetura e urbanismo dentro do tema. Na sequência das conclusões finais, são apresentados possibilidades de desdobramentos futuros da pesquisa, em que é levantada a importância do desenvolvimento de um método para a inserção de edifícios altos dentro de uma visão multidisciplinar da cidade, motivado pela seguinte pergunta: Que cidade queremos construir?O trabalho aborda o tema do edifício alto e seu papel no planejamento urbano. Nesse sentido, a pesquisa é traçada claramente por duas direções paralelas de investigação: inserção urbana e soluções de projeto arquitetônico. No processo de pesquisa são analisados uma série de edifícios existentes e propostas para casos futuros, a respeito de suas respostas ao desafio maior de fazer do edifício alto uma solução viável no contexto da sustentabilidade local e global. Tomando esses dois pontos de observação: o edifício e a cidade, a análise critica da arquitetura e do urbano são naturalmente sujeitas à argumentos convergentes e também contraditórios, uma vez que as relações entre edifício e cidade são ambíguas em muitos aspectos. Esse é o caso, por exemplo, dos debates sobre a altura e a aglomeração de edifícios altos, com implicações diretas sobre a estrutura sócio-econômica, a infra-estrutura e as condições ambientais urbanas.O estudo do edifício alto parte da pesquisa de planos urbanos, elaboradas com considerações para com a inserção deste instrumento da arquitetura e do urbanismo. A análise de diferentes cenários urbanos refere-se primeiramente aos fatores geradores das aglomerações de edifícios altos e em um segundo momento, às consequências e impactos resultantes da inserção de "torres". Os estudos urbanos revelam que a grande justificativa das propostas de planejamento ao longo da história das cidades, para a implantação dos edifícios altos, está noadensamento populacional, com base nas vantagens da otimização da infra-estrutura e na intensificação da dinâmica sócio-econômica dos centros urbanos.Na sequência das considerações urbanas, o edifício alto é analisado como um objeto da arquitetura e da engenharia. A tipologia da verticalidade é marcada por uma conhecida complexidade projetual, reunindo desafios tecnológicos de construção e operação, questões de conforto, satisfação e segurança dos ocupantes, e questões de ordem ambiental, como microclima urbano e impacto ambiental decorrente do consumo de energia. No entanto, nessa etapa da análise, o interesse sobre o objeto de estudo destina-se a influência das proposições de espacialidade interna, sobre as condições ambientais internas, e consequentemente, sobre o consumo de energia. Exemplos recentes, discutidos e construídos em cidades da Europa e dos Estados Unidos, são somados aos estudos de casos nacionais.Desde a construção do Commerzbank HQ, em Frankfurt am Main, 1998, diferentes cidades européias têm presenciado a discussão e a construção de uma série de edifícios altos com o argumento de menor impacto ambiental. A busca por exemplos internacionais vem do fato que, em termos gerais, soluções inovadoras para as questões ambientais do edifício e da cidade, não têm sido incorporadas nos exemplos de São Paulo há décadas. Da mesma forma, o impacto do edifício alto sobre o meio e a infra-estrutura urbana não tem sido abordado segundopreocupações de interesse coletivo. Consequentemente, a atual atitude de projeto para com essa tipologia de edifício em São Paulo, não parece própria para responder às presentes necessidades ambientais e urbanas, em âmbito local e global.Ao longo de todo o conteúdo, conclusões preliminares são apresentadas a cada capítulo, trazendo primeiramente uma visão crítica da inserção urbana do edifício alto, com uma proposta de definição do "edifício alto sustentável". Em seguida, encontra-se uma revisão do estado da arte do projeto de arquitetura e das premissas de condicionamento ambiental do edifício alto em diferentes cidades do mundo. No âmbito das estratégias de planejamento, são colocadas as principais diferenças e preocupações comuns de cidades referenciais da atualidade a esse respeito, mostrando o papel do edifício alto nas estratégias de crescimento urbano, demográfico e econômico. No âmbito dos estudos de caso, são comentados os principais determinantes do projeto desenvolvido segundo uma concepção de baixo impacto ambiental de uma nova geração de edifícios altos em diferentes cidades do mundo. Destacando as contribuições do trabalho, a pesquisa trás uma proposta de método de avaliação do impacto ambiental de edifícios altos, com o desenvolvimento de um conjunto de indicadores. O intuito dessa abordagem inclui a medição de aspectos de impacto local, como a eficiência ambiental interna do edifício através do aproveitamento da luz
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Joana Carla Soares; DEL CARLO, Ualfrido. A sustentabilidade do edifício alto: uma geração de edifícios altos e sua inserção urbana. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Gonçalves, J. C. S., & Del Carlo, U. (2003). A sustentabilidade do edifício alto: uma geração de edifícios altos e sua inserção urbana. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gonçalves JCS, Del Carlo U. A sustentabilidade do edifício alto: uma geração de edifícios altos e sua inserção urbana. 2003 ;
    • Vancouver

      Gonçalves JCS, Del Carlo U. A sustentabilidade do edifício alto: uma geração de edifícios altos e sua inserção urbana. 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021