Exportar registro bibliográfico

A coordenação do sistema agroindustrial do tomate orgânico no Estado de São Paulo e o comportamento do consumidor (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: REZENDE, CHRISTIANE LELES - NUTHUMANA
  • Unidade: NUTHUMANA
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Subjects: CONSUMO DE ALIMENTOS (ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS); ALIMENTOS DE ORIGEM VEGETAL (SEGURANÇA); INDÚSTRIA AGRÍCOLA (SEGURANÇA); TOMATE (SEGURANÇA)
  • Language: Português
  • Abstract: Preocupados com a segurança dos alimentos, consumidores em todo o mundo estão pagando prêmios de preço por "alimentos naturais', supostamente livres de qualquer tipo de contaminador. Nesse cenário, desenvolve-se a chamada agricultura orgânica. Esta pesquisa compreende a análise do sistema agroindustrial do tomate salada orgânico no Estado de São Paulo, sob dois prismas: o comportamento do consumidor, ou seja, o que o consumidor espera desse produto, e como se dá a coordenação desse sistema agroindustrial para atender o consumidor. A primeira parte da pesquisa compreende a análise dos atributos valorizados pelo consumidor de tomate orgânico, com vistas a comprovar ou não a hipótese que este paga um adicional de preço visando ao consumo de um produto seguro. Para isso, foi realizada uma pesquisa empírica com consumidores, com base no método da Conjaint analysis. A segunda parte da pesquisa consiste na descrição e análise da estrutura de governança desse sistema, com o objetivo de identificar os mecanismos de coordenação adotados para garantir a autenticidade e inocuidade dos produtos, benefícios intrínsecos não facilmente observáveis, mas que são exigidos pelos consumidores de tomate orgânico. A base empírica para a análise foi constituída de entrevistas com representantes de vários segmentos que compõem o Sistema Agroindustrial do tomate orgânico. O trabalho revela que o consumidor de tomate orgânico é diferenciado e busca um alimento seguro. No entanto, as estruturasde governança que coordenam esse sistema de produção são frágeis para garantir o que o consumidor deseja. Preservar a reputação e o prêmio de preço em um fraco ambiente regulatório é um desafio real, especialmente para produtos frescos. Esta pesquisa investiga como os agentes gerenciam esse sistema, visando a garantir sua vantagem competitiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.03.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REZENDE, Chistiane Leles; FARINA, Elizabeth Maria Mercier Querido. A coordenação do sistema agroindustrial do tomate orgânico no Estado de São Paulo e o comportamento do consumidor. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-26092006-112426/ >.
    • APA

      Rezende, C. L., & Farina, E. M. M. Q. (2003). A coordenação do sistema agroindustrial do tomate orgânico no Estado de São Paulo e o comportamento do consumidor. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-26092006-112426/
    • NLM

      Rezende CL, Farina EMMQ. A coordenação do sistema agroindustrial do tomate orgânico no Estado de São Paulo e o comportamento do consumidor [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-26092006-112426/
    • Vancouver

      Rezende CL, Farina EMMQ. A coordenação do sistema agroindustrial do tomate orgânico no Estado de São Paulo e o comportamento do consumidor [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-26092006-112426/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021