Exportar registro bibliográfico

Avaliação do comportamento do canino inferior em função de dois desenhos: apoio em cíngulo e apoio em cíngulo associado a braço de reciprocidade por lingual, em classe II de Kennedy (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: CASTILLA CAMACHO, MARISOL - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODP
  • Subjects: PRÓTESE PARCIAL REMOVÍVEL; APOIOS DENTÁRIOS; CANINO
  • Language: Português
  • Abstract: O propósito dessa pesquisa foi avaliar o comportamento do canino inferior, atuando como pilar principal na estrutura de uma PPR Classe II de Kennedy, em função de dois desenhos: apoio em cíngulo e apoio em cíngulo associado a braço de reciprocidade por lingual; assim como o funcionamento da retenção indireta no canino contra-lateral. A metodologia utilizada baseou-se na confecção de um corpo-de-prova obtido a partir da reprodução de um modelo padrão, com características de arcada classe II de Kennedy e presença dos dentes 41 ao 47 e do 31 ao 33. Foram feitos os preparos dos dentes pilares principais, utilizando-se o delineador. Os pilares caninos foram fundidos, a fim de apresentar contornos adequados para a colocação dos componentes da PPR, cujo desenho incluía uma barra lingual mandibular indicada para casos pertencentes à classe II de Kennedy. Colocou-se uma camada de material poliuretano na raiz dos pilares caninos, com o objetivo de simular a resiliência do ligamento periodontal. Assim, foi confeccionada uma estrutura metálica sobre o corpo-de-prova, tendo o desenho de apoio em cíngulo e a presença do braço de reciprocidade no pilar canino. Retirado o braço de oposição, obteve-se o segundo desenho. A análise do comportamento dos pilares caninos foi feita com base nas medidas de dois relógios comparadores, em milímetros (mm). Estes mediam a quantidade e indicavam a direção de movimentação dos pilares, durante a remoção das estruturas no eixo deinserção, e por meio da sela protética que representava a rotação da PPR, além de pôr em funcionamento a retenção indireta. Foi avaliada ainda a força de tração axial necessária para a remoção das estruturas do corpo-de-prova em quilogramas (Kgf). ) Os resultados permitiram-nos concluir que a presença do braço de reciprocidade associado ao apoio em cíngulo na estrutura de uma PPR influencia positivamente no controle da movimentação do pilar principal canino, quando analisado nos sentidos vestíbulo-lingual e mésio-distal, e também contribui para o aumento da retenção por fricção. Existem evidências que, independentemente do desenho da PPR utilizado, o pilar indireto canino é influenciado pela tração na sela, manifestando-se em movimentação para vestibular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTILLA CAMACHO, Marisol; STEGUN, Roberto Chaib. Avaliação do comportamento do canino inferior em função de dois desenhos: apoio em cíngulo e apoio em cíngulo associado a braço de reciprocidade por lingual, em classe II de Kennedy. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Castilla Camacho, M., & Stegun, R. C. (2003). Avaliação do comportamento do canino inferior em função de dois desenhos: apoio em cíngulo e apoio em cíngulo associado a braço de reciprocidade por lingual, em classe II de Kennedy. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Castilla Camacho M, Stegun RC. Avaliação do comportamento do canino inferior em função de dois desenhos: apoio em cíngulo e apoio em cíngulo associado a braço de reciprocidade por lingual, em classe II de Kennedy. 2003 ;
    • Vancouver

      Castilla Camacho M, Stegun RC. Avaliação do comportamento do canino inferior em função de dois desenhos: apoio em cíngulo e apoio em cíngulo associado a braço de reciprocidade por lingual, em classe II de Kennedy. 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021