Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos efeitos hemodinâmicos, respiratórios, metabólicos e sedativos da dexmedetomidina isolada ou associada à tiletamina-zolazepam em cães. Estudo experimental (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: KITAHARA, FLAVIA RUMI - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: SEDATIVOS; ANESTÉSICOS DISSOCIATIVOS; CÃES
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo objetivou avaliar as alterações hemodinâmicas, respiratórias e metabólicas, bem como a qualidade de indução e recuperação do animal; de sedação e relaxamento muscular promovidos pela utilização da dexmedetomidina isolada ou associada à tiletamina-zolazepam. Foram utilizados 18 cães machos e fêmeas hígidos, sem raça definida, distribuídos aleatoriamente em dois grupos: grupo I recebeu dexmedetomidina na dose de 10 mcg.k'g POT. -1' por via intramuscular e decorridos 20 minutos recebeu solução salina no volume de 0,06 ml.k'g POT. -1' através da via intravenosa; o grupo II recebeu a mesma dose de dexmedetomidina e após 20 minutos, tiletamina-zolazepam na dose de 6,0 mg.k'g POT. -1', também pela via intravenosa. A coleta de dados foi realizada imediatamente antes da aplicação da dexmedetomidina, aos cinco, 15, 25, 40, 55 e 85 minutos após a administração do fármaco. Os valores obtidos foram confrontados estatisticamente através de provas paramétricas, com a Análise de Variância seguida do Teste de Tukey e para os dados não paramétricos, prova de Mann-Whitney "U", tendo-se adotando significância estatística de 5% (p<0,05). No grupo I observou-se redução gradativa da freqüência cardíaca, do débito cardíaco e do índice cardíaco após a utilização da dexmedetomidina. No grupo II houve redução semelhante, porém de menor magnitude após a administração da tiletamina-zolazepam. A pressão de oclusão da artéria pulmonar, assim como a pressão venosacentral e índice de resistência vascular sistêmica aumentaram significantemente em relação aos valores basais nos dois grupos. A pressão arterial sistólica, diastólica e média aumentaram após a aplicação da tiletamina-zolazepam. Ocorreu discreta depressão respiratória apenas nos animais do grupo II, com redução da pressão parcial de oxigênio e aumento nos valores da pressão parcial de dióxido de carbono no sangue arterial. Em ambos os grupos verificou-se ) redução da pressão parcial de oxigênio no sangue venoso misto e saturação venosa mista de oxigênio, sendo este decréscimo mais intenso no grupo I. O índice de oferta de oxigênio diminuiu em até 44% e 50% nos grupos I e II, respectivamente, porém os valores de consumo e extração de oxigênio mantiveram-se próximos aos valores basais. Ocorreu depressão ventilatória com redução de volume minuto e volume minuto alveolar no grupo I; volume corrente expirado e volume corrente alveolar no grupo II. Em relação à qualidade de indução, verificou-se ausência de excitação, vocallização e movimentos de pedalagem no grupo II e recuperação isenta de ataxia e hipertonia muscular nos dois grupos. A sedação promovida pela dexmedetomidina foi adequada permitindo decúbito lateral com capacidade de levantar a cabeça em 78% dos animais. No grupo II obteve-se grau de sedação mais profundo após a utilização de tiletamina-zolazepam. O relaxamento muscular foi satisfatório variando de moderado a intenso em cães de ambos os grupos.A partir dos resultados obtidos foi possível concluir que: a dexmedetomidina promove redução importante da freqüência cardíaca e de todos os demais parâmetros hemodinâmicos dependentes do cronotropismo; quando a dexmedetomidina está associada aos fármacos tiletamina-zolazepam, a redução na freqüência cardíaca é de menor magnitude; através da via intramuscular, a dexmedetomidina preserva os parâmetros pressóricos provavelmente devido o incremento do índice de resistência vascular sistêmica; a dexmedetomidina desencadeia leve depressão respiratória e promove sedação de grau moderado a profundo e relaxamento muscular de grau moderado a intenso quando administrada pela via intramuscular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KITAHARA, Flávia Rumi; CORTOPASSI, Silvia Renata Gaido. Avaliação dos efeitos hemodinâmicos, respiratórios, metabólicos e sedativos da dexmedetomidina isolada ou associada à tiletamina-zolazepam em cães. Estudo experimental. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-24092007-150346/ >.
    • APA

      Kitahara, F. R., & Cortopassi, S. R. G. (2003). Avaliação dos efeitos hemodinâmicos, respiratórios, metabólicos e sedativos da dexmedetomidina isolada ou associada à tiletamina-zolazepam em cães. Estudo experimental. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-24092007-150346/
    • NLM

      Kitahara FR, Cortopassi SRG. Avaliação dos efeitos hemodinâmicos, respiratórios, metabólicos e sedativos da dexmedetomidina isolada ou associada à tiletamina-zolazepam em cães. Estudo experimental [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-24092007-150346/
    • Vancouver

      Kitahara FR, Cortopassi SRG. Avaliação dos efeitos hemodinâmicos, respiratórios, metabólicos e sedativos da dexmedetomidina isolada ou associada à tiletamina-zolazepam em cães. Estudo experimental [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-24092007-150346/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021