Exportar registro bibliográfico

Análise térmica e determinação dos parâmetros cinéticos de preparações farmacêuticas e novas especialidades de zidovudina (AZT) (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ARAUJO, ADRIANO ANTUNES DE SOUZA - FCF
  • Unidades: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Subjects: MEDICAMENTO (ANÁLISE); ZIDOVUDINA (ANÁLISE); HIV; SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA
  • Language: Português
  • Abstract: Pouco mais de 20 anos marcam a disseminaçao da infecção pelo virus da imunodeficiência humana (HIV) em todo o mundo. Durante este período, avanços reais no diagnóstico, na clínica e na terapêutica podem ser observados como, por exemplo, a disponibilidade de 14 fármacos potencialmente ativos no combate direto ao virus. Embora, nos últimos anos, os progressos no tratamento de pacientes infectados pelo HIV e/ou doentes com a sindrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) tenham sido significativos, novos estudos mostram-se importantes na área de Fármacos e Medicamentos. Este trabalho tem como objetivo aplicar a tecnologia farmacêutica à produçao e controle de fármacos e medicamentos anti-HIV/AIDS, em especial a zidovudina (AZT). A utilização de diversas técnicas físico-químicas e analíticas possibilitou o desenvolvimento de estudos relacionados a avaliação da estabilidade e decomposição térmica do AZT, de excipientes e de misturas físicas utilizadas para a obtenção de formas farmacêuticas sólidas; caracterização dos produtos sólidos e voláteis do processo de degradação térmica do AZT; determinação do grau de pureza, faixa de fusão e variação dos valores de entalpia de fusão de princípios ativos de AZT de diferentes procedencias; síntese e caracterização de compostos de inclusão de AZT com ciciodextrinas e com sais de lantanídeos caracteristicamente luminescentes; avaliação da estabilidade acelerada e a longo prazo de cápsulas de AZT disponíveis no mercadobrasileiro; determinação dos parâmetros cinéticos da decomposição térmica do conteúdo das cápsulas de AZT. O método de planejamento fatorial foi utilizado na avaliação estatística dos dados de cinética obtidos por termogravimetria (TG) não-isotérmica. Os estudos de pré-formulação indicaram que não há interação entre o AZT e a maioria dos excipientes testados. Algumas alterações nos perfis termoanalíticos foram observadas em relação aos excipientes PEG 4000, 6000 ) e 20000, PVP, sorbitol e pohóxido de etileno (polyox '30 MARCA REGISTRADA'). No processo de decomposição térmica do AZT destaca-se a formação de timina. A Utilização do sistema simultâneo e acoplado TG/DTA-GC/MS viabilizou a identificação de furano e 2-furanometanol como produtos voláteis. Os ensaios de calorimetria exploratória diferencial (DSC) permitiram a determinação da temperatura de fusão (1 1 8,0 a 122,9ºC), do 'ALFA'Hfusão (valor médio 30 kJ.min-1) e da percentagem de pureza (97,5 a 99,8%) para seis amostras comerciais do fármaco. O complexo de inclusão com 'BETA'-ciclodextrina pode ser formado pela solubilização das espécies em meio aquoso e posterior obtenção do produto sólido por liofilização ou secagem a pressão reduzida. A interação não ocorre pela simples mistura mecânica das espécies. Foram preparados complexos de tenoitrifluoracetonatos (TTA) de terras raras (Eu 3+ e 8m3+) com AZT que apresentam alta luminescência. Os dados de absorção na região do infravermelho(IV) do complexo [Eu(TTA)3.(AZT)2] sugerem que o figante está coordenado ao íon de terra rara pelo átomo de nitrogênio do grupo azido. Os dados de difração de raios X (DRX) indicaram que o complexo [Eu(TTA)3.(AZT)21 mostra-se não cristalino, Kerenteniente do AZT livre, do sal precursor hidratado RE(TTA)3.2H20] e da mistura física. O estudo da variabilidade de condições experimentais em TG, empregando o planejamento fatorial, mostrou que nenhum dos efeitos avaliados e significativo. Os valores de energia de ativação para as amostras comerciais de AZT variaram entre 120 a 142 kJ.mol-1, para o método não-isotérmico e, de 100 a 112 kJ.mol-1, para o método isotérmico. Os resultados obtidos no estudo cinético se mostraram reprodutíveis configurando-se assim como um parâmetro importante, por exemplo, para avaliação da equivalência farmacêutica juntamente com os testes farmacopeicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.05.2003
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARAÚJO, Adriano Antunes de Souza; MATOS, Jivaldo do Rosário. Análise térmica e determinação dos parâmetros cinéticos de preparações farmacêuticas e novas especialidades de zidovudina (AZT). 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-16012015-113728/pt-br.php >.
    • APA

      Araújo, A. A. de S., & Matos, J. do R. (2003). Análise térmica e determinação dos parâmetros cinéticos de preparações farmacêuticas e novas especialidades de zidovudina (AZT). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-16012015-113728/pt-br.php
    • NLM

      Araújo AA de S, Matos J do R. Análise térmica e determinação dos parâmetros cinéticos de preparações farmacêuticas e novas especialidades de zidovudina (AZT) [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-16012015-113728/pt-br.php
    • Vancouver

      Araújo AA de S, Matos J do R. Análise térmica e determinação dos parâmetros cinéticos de preparações farmacêuticas e novas especialidades de zidovudina (AZT) [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-16012015-113728/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020