Exportar registro bibliográfico

Associação entre os estados nutricionais de crianças, adolescentes e adultos pertencentes a famílias pauperizadas: em busca do nexo entre desnutrição e obesidade (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: MARINHO, SHEILA PITA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: NUTRIÇÃO; DESNUTRIÇÃO PROTEICO-ENERGÉTICA; OBESIDADE; ANTROPOMETRIA
  • Language: Português
  • Abstract: A partir da década de 80, registravam-se na população brasileira, dois problemas nutricionais de natureza diversa: a obesidade em adultos e a desnutrição em crianças e adolescentes. Porém a relação entre elas vêm sendo pouco investigadas no Brasil. Sendo assim, torna-se necessário estudar a distribuição intra-familiar dos estados nutricionais, considerando as diferentes fases da vida. O objetivo deste estudo foi caracterizar e estudar a associação por estado nutricional entre adultos, adolescentes e crianças pertencentes à famílias beneficiadas pela cesta básica do Programa Comunidade Solidária do Governo Federal, com renda familiar de 0 a 2 salários mínimos. A avaliação do estado nutricional de crianças/adolescentes foi feita através do indicador Altura/Idade (A/I), considerando como ponto de corte -1 z-score, enquanto que a avaliação do estado nutricional dos adultos foi feita através do Índice de Massa Corporal (IMC), como ponto de corte de 25Kg/m. A verificação dos fatores associados ao estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos foi feita através da elaboração de 3 modelos hierárquicos de regressão logística múltipla. Encontrou-se que 35,6por cento das crianças e 37.5por cento dos escolares/adolescentes apresentavam déficit estatural, enquanto que 57,8por cento das mulheres e 29,4por cento dos homens apresentavam excesso de peso. As altas prevalências de excesso de peso em adultos podem ser provenientes das mudanças ocorridasquanto a forma de utilização das terras nos municípios estudados. Em virtude dessas mudanças, o padrão de atividade física da população, principalmente das mulheres foi alterado, tornado-se menos intenso, fato que favorece o ganho e acúmulo de peso. Tanto no caso de crianças como de escolares/adolescentes, o déficit estatural associou-se a baixa estatura do pai da mãe, possivelmente, determinada por fatores sócio-econômicos e ambientais. ) Nesse sentido é que pode-se falar que a associação entre o estado nutricional de indivíduos de uma mesma família pode ser indicio de perpetuação das carências. Além disso no que se refere às mulheres, encontrou-se que as maiores prevalências de excesso de peso referem-se às mais velhas e de baixa estatura. Pressupondo-se que a obesidade de baixa estatura devido a mecanismos adaptativos, provenientes de privações alimentares ao longo da vida, sugere-se que o excesso de peso e a desnutrição (diagnosticada por déficit estatural)possam Ter etiologia comum (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.01.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARINHO, Sheila Pita; MARTINS, Ignez Salas. Associação entre os estados nutricionais de crianças, adolescentes e adultos pertencentes a famílias pauperizadas: em busca do nexo entre desnutrição e obesidade. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Marinho, S. P., & Martins, I. S. (2003). Associação entre os estados nutricionais de crianças, adolescentes e adultos pertencentes a famílias pauperizadas: em busca do nexo entre desnutrição e obesidade. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Marinho SP, Martins IS. Associação entre os estados nutricionais de crianças, adolescentes e adultos pertencentes a famílias pauperizadas: em busca do nexo entre desnutrição e obesidade. 2003 ;
    • Vancouver

      Marinho SP, Martins IS. Associação entre os estados nutricionais de crianças, adolescentes e adultos pertencentes a famílias pauperizadas: em busca do nexo entre desnutrição e obesidade. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021