Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro da força de união por tração de uma resina composta a três porcelanas dentais alterando a concentração e o tempo de condicionamento com ácido fluorídrico (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: GARONE, GUILHERME MARTINELLI - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: RESINAS COMPOSTAS; PORCELANA DENTÁRIA; RESISTÊNCIA DE UNIÃO (ODONTOLOGIA) (AVALIAÇÃO); CONDICIONAMENTO DO ESMALTE DENTÁRIO; TEMPO
  • Language: Português
  • Abstract: A porcelana vem se destacando como um ótimo material restaurador tanto por suas características, que permitem a reconstrução dental com forma e função, como pelo excelente resultado estético dificilmente alcançado por outro material. Graças a isso, sua utilização clínica vem crescendo, juntamente com a probabilidade de fraturas devido a porcelana ser friável. Essas fraturas nem sempre exigem a troca da restauração, é possível realizar o reparo dessa porcelana com uma resina composta, o que diminui o tempo de trabalho e o custo do procedimento para o paciente. Este trabalho objetivou o estudo, in vitro, da força de união de uma resina composta a três diferentes tipos de porcelanas: porcelana feldspática (Noritake), porcelana com feldspato associado a leucita (IPS Empress), porcelana de di-silicato de lítio (IPS Empress 2). As pastilhas de porcelana foram inseridas em resina acrílica e suas superfícies regularizadas com lixas d´água. Os corpos de prova foram limpos com bolinhas de algodão embebidas em tergensol, e em seguida lavados e secos. Em um segundo momento foram tratados com ácido fluorídrico a 10% por 2 minutos, a 5% por 1 minuto ou a 5% por 20 segundos. Após serem lavados em água e secos receberam uma fina camada do adesivo Heliobond e foram reparados com a resina composta Tetric Ceram. Os corpos de prova foram armazenados em água destilada a 37°C em estufa por 48 horas e então submetidos ao teste de tração. Pelos resultados obtidos, pode-se concluirque para porcelana Noritake (feldspática) a concentração do ácido e o tempo empregado não influenciaram nos resultados. ) A porcelana IPS Empress 2 (di-silicato de lítio) apresentou melhores resultados quando condicionada com ácido fluorídrico a 5% por 1 minuto, e apresentou piores resultados quando condicionada com ácido fluorídrico a 10% por 2 minutos. O melhor tratamento indicado para esses três tipos diferentes de porcelana é o condicionamento com ácido fluorídrico a 5% durante 1 minuto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GARONE, Guilherme Martinelli; RUSSO, Eliza Maria Agueda. Avaliação in vitro da força de união por tração de uma resina composta a três porcelanas dentais alterando a concentração e o tempo de condicionamento com ácido fluorídrico. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Garone, G. M., & Russo, E. M. A. (2003). Avaliação in vitro da força de união por tração de uma resina composta a três porcelanas dentais alterando a concentração e o tempo de condicionamento com ácido fluorídrico. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Garone GM, Russo EMA. Avaliação in vitro da força de união por tração de uma resina composta a três porcelanas dentais alterando a concentração e o tempo de condicionamento com ácido fluorídrico. 2003 ;
    • Vancouver

      Garone GM, Russo EMA. Avaliação in vitro da força de união por tração de uma resina composta a três porcelanas dentais alterando a concentração e o tempo de condicionamento com ácido fluorídrico. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021