Exportar registro bibliográfico

A avaliação da aprendizagem no ensino superior: realidade, complexidade e possibilidades (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: CHAVES, SANDRAMARA MATIAS - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM; ENSINO SUPERIOR
  • Language: Português
  • Abstract: A presente tese aborda a temática da avaliação da aprendizagem na educação superior, tendo como foco da pesquisa nove cursos de diferentes áreas de conhecimentos da Universidade Federal de Goiás. A proposta de investigação foi direcionada basicamente para as seguintes indagações: como os professores, nos diferentes cursos da UFG, avaliam a aprendizagen de seus alunos? Que instrumentos utilizam para tanto? Que concepções de avaliação são expressas nas suas práticas avaliativas? Qual a visão dos alunos em relação às avaliações a que são submetidos pelos professores? Que práticas avaliativas são mais compatíveis com o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem no ensino superior? Diversificar os procedimentos avaliativos amplia as possibilidades de se aprimorarem as práticas de ensino na sala de aula de forma a resultar em melhor aprendizagem dos alunos? É possível construir uma prática avaliativa diferente, outra forma de "fazer a avaliação na universidade"? Ao buscar respostas para essas questões, formulou-se o objeto da pesquisa nos seguintes termos: As concepções e práticas de avaliação da aprendizagem dos professores de ensino superior e a visão dos alunos sobre as avaliações a que são submetidos. O objetivo foi realizar uma análise das práticas avaliativas na UFG e das concepções e visões dos protagonistas (alunos e professores) sobre avaliação, nas diferentes áreas de conhecimento. A investigação explicitou que a concepção predominante de avaliaçãomanifesta através do discurso e da prática dos professores e da visão dos alunos, é aquela que podemos chamar de tradicional ou conservadora, tendo como instrumento básico a prova em finais de bimestre, procedimento mais utilizado em todos os cursos. Foi possível detectar ainda o fato de a avaliação ocupar um papel central no processo de ensino, sendo valorizada tanto por professores como por alunos, que ao colocarem ênfase no resultado (nota) e não no processo, reforçam essa idéia. Os dados reafirmam também, condizente com outras pesquisas no campo, o uso da avaliação como instrumento de poder e controle por parte dos professores e as diversas "estratégias de sobrevivência" desenvolvidas pelos alunos. A crescente preocupação com a viabilização de discussões sobre questões didático-pedagógicas na educação superior e mais especificamente com a avaliação da aprendizagem dos alunos e a produção de dados através de estudos e pesquisas voltadas para essas temáticas, são, mais do que expressões da realidade e da sua complexidade, indicadores das possibilidades que se colocam no sentindo não só de trazer à tona as diferentes concepções e enriquecer as discussões e debates no meio acadêmico, como também de oferecer contribuições para pensar um projeto de avaliação da aprendizagem na universidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.07.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHAVES, Sandramara Matias; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. A avaliação da aprendizagem no ensino superior: realidade, complexidade e possibilidades. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Chaves, S. M., & André, M. E. D. A. de. (2003). A avaliação da aprendizagem no ensino superior: realidade, complexidade e possibilidades. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Chaves SM, André MEDA de. A avaliação da aprendizagem no ensino superior: realidade, complexidade e possibilidades. 2003 ;
    • Vancouver

      Chaves SM, André MEDA de. A avaliação da aprendizagem no ensino superior: realidade, complexidade e possibilidades. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021