Exportar registro bibliográfico

Estudo da expressão de genes integrinas e metaloproteinase em tumores cutâneos com diferentes potenciais de metastatização (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ORIMOTO, ADRIANA MARI - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Subjects: NEOPLASIAS CUTÂNEAS; CARCINOMA BASOCELULAR; CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS
  • Language: Português
  • Abstract: Atualmente os tumores cutâneos têm sido bastante estudados devido ao aumento de sua incidência, provocada pela exagerada exposição ao sol e por outros fatores ambientias e hereditários. Em geral, as pesquisas sobre a biologia molecular destes cânceres são realizadas com o intuito de melhorar o prognóstico e diagnóstico clínicos dos pacientes. Neste trabalho foram estudados três tipos de tumores cutâneos humanos que têm comportamentos diferentes quanto à metastatização : carcinoma basocelular (CBC), carcinoma espinocelular (CEC) e melanoma maligno (MM). A agressividade variável desses tumores, originados de diferentes tipos de células da pele, está relacionada à expressão diferencial, em cada um deles, de genes envolvidos nos processos celulares de adesão (integrinas) e invasão (Metaloproteinases) que precedem a metastização. Na literatura pertinente predominam estudos de caráter imunohistoquímico, Western e Northem Blots, com resultados controversos. O estudo foi desenvolvido utilizando a técnica de RT-PCR, semi-quantitativa, a partir de RNAtotal de biópsias tumorais de pacientes portadores dos carcinomas acima citados. Foram estudados os mRNA das subunidades integrinas 'alfa'v, 'alfa'2, 'alfa'5, 'alfa'6, 'beta'1, 'beta'3, 'beta'5 e 'beta'6, alé, do mRNA MMP-2. Os resultados mostram a alta expressão da subunidade 'alfa'v associada ao aumento de MMP-2 em tumores mais avançados, CBC-3 e MM. Além disso, uma diminuição da expressão gênica da subunidade'beta'1 em tumores de MM, que pode estar relacionada à perda de adesão aos componentes da matriz extracelular e subseqüente migração das células tumorais. Uma elevada expressão dos genes das subunidades integrinas 'alfa'6, 'alfa'v, 'beta'6 e de MMP-2, nas amostras tumorais do grupo CBC-3, demonstra uma correlação entre a diferença na agressividade dos tumores CBCs e o padrão de expressão dos genes citados. Os resultados confirmam que a progressão do tumor que conduz à metástase requer mudanças nas integrinas das células, facilitando o abandono do tumor primário, ajudando a invadir e estabelecer metástases. MMP-2 e as integrinas podem ser potenciais alvos biológicos para inibir ou bloquear a cascata metastática, e importantes instrumentos para estratégias quimioterápicas no tratamento do câncer baseado na expressão seletiva destas moléculas no tumor
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.05.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ORIMOTO, Adriana Mari; RUIZ, Itamar Romano Garcia. Estudo da expressão de genes integrinas e metaloproteinase em tumores cutâneos com diferentes potenciais de metastatização. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Orimoto, A. M., & Ruiz, I. R. G. (2003). Estudo da expressão de genes integrinas e metaloproteinase em tumores cutâneos com diferentes potenciais de metastatização. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Orimoto AM, Ruiz IRG. Estudo da expressão de genes integrinas e metaloproteinase em tumores cutâneos com diferentes potenciais de metastatização. 2003 ;
    • Vancouver

      Orimoto AM, Ruiz IRG. Estudo da expressão de genes integrinas e metaloproteinase em tumores cutâneos com diferentes potenciais de metastatização. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020