Exportar registro bibliográfico

Consumo de oxigênio em testes de Wingate para membros superiores e inferiores em nadadores e jogadores de pólo aquático (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: KISS, MARIA AUGUSTA PEDUTI DAL MOLIN - EEFE
  • Unidade: EEFE
  • Subjects: MEDIDAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA; TESTES EM EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Comparar os valores de consumo de O2 durante duas repetições do teste de Wingate para membros superiores (MMSS) e membros inferiores (MMII) em nadadores (NAD) e jogadores de pólo aquático (JPA). Métodos: Amostra - sete atletas de nível nacional (quatro NAD e tres JPA), idade: 17,90 +- 2,14 anos, massa corporal: 71,41 +- 6,84kg, estatura: 176,65 +- 7,02cm, % gordura: 13,23 +- 4,18. Foram realizadas duas repetições do teste de Wingate com duração de 30 seg cada e 3min de repouso entre as mesmas, para MMSS e MMII em dias alternados. Análise estatística: técnicas não paramétricas de Wilcoxon para variáveis dependentes e Kolmogorov-Smirnov para variáveis independentes. Resultados: Foram obtidos valores médios de pico de VO2 (PVO2), potência média (PM) e potência de pico (PP) para cada repetição do teste de Wingate, tanto para MMSS quanto para MMII. Para MMSS: PVO2 = 55,16 +- 5,72ml.kg.min, PM = 5,28 +- 0,59 watts.kg e PP = 6,71 +- 0,88 watts.kg obtidos na primeira repetição (1a. MMSS) e PVO2 = 60,12 +- 6,10ml.kg.min, PM = 5,03 +- 0,40 watts.kg e PP = 6,25 +- 0,51 watts.kg obtidos na segunda repetição (2a. MMSS). Para MMII: PVO2 = 55,66 +- 6,85ml.kg.min, PM = 4,75 +- 1,79 watts.kg e PP = 7,44 +- 1,96 watts.kg obtidos na primeira repetição (1a. MMII) e PVO2 = 62,09 +- 5,99ml.kg.min, PM = 4,28 +- 1,47 watts.kg e PP = 6,68 +- 1,63 watts.kg obtidos na segunda repetição (2a. MMII). Discussão e conclusões: Todas as variáveis estudadas não apresentaramdiferenças significativas entre MMSS e MMII, tanto na primeira quanto na segunda repetição do teste de Wingate. Houve diferença significativa entre as médias da primeira e segunda repetição para MMSS na variável PVO2 (p<0,05). Os valores médios de PM entre a primeira e segunda repetição para MMSS não foram diferentes, contrariamente ao o que ocorreu com MMII, em que a média da segunda repetição foi significantemente menor do que a da primeira repetição (p<0,05). Para a variável PP não houve diferença entre os valores médios para a primeira e a segunda repetição, tanto para MMSS quanto para MMII. Parece existir maior magnitude de ajuste de O2 para MMSS em relação aos MMII que pode conduzir a essa similaridade de valores entre os mesmos e este fenômeno está associado às solicitações específicas a que os atletas de natação e pólo aquático são submetidos diariamente em seus treinamentos
  • Source:

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COLANTONIO, Emilson; BARROS, Ronaldo Vilela; KISS, Maria Augusta P. D. Consumo de oxigênio em testes de Wingate para membros superiores e inferiores em nadadores e jogadores de pólo aquático. Revista Brasileira de Medicina do Esporte[S.l.], v. 9, n. 3, p. 136-144, 2003.
    • APA

      Colantonio, E., Barros, R. V., & Kiss, M. A. P. D. (2003). Consumo de oxigênio em testes de Wingate para membros superiores e inferiores em nadadores e jogadores de pólo aquático. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 9( 3), 136-144.
    • NLM

      Colantonio E, Barros RV, Kiss MAPD. Consumo de oxigênio em testes de Wingate para membros superiores e inferiores em nadadores e jogadores de pólo aquático. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. 2003 ; 9( 3): 136-144.
    • Vancouver

      Colantonio E, Barros RV, Kiss MAPD. Consumo de oxigênio em testes de Wingate para membros superiores e inferiores em nadadores e jogadores de pólo aquático. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. 2003 ; 9( 3): 136-144.


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020