Exportar registro bibliográfico

Determinação da vitalidade pulpar in vivo da oximetria de pulso (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: CALIL, EDUARDO - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: POLPA DENTÁRIA (MORFOLOGIA); OXIGÊNIO (MEDIÇÃO); PULSO (MEDIÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: A determinação da vitalidade pulpar depende de recursos semiotécnicos específicos e, dentre eles, os mais comumente usados são os testes térmicos e elétrico, os quais estão sujeitos às limitações clínicas que vão interferir na correta análise e interpretação dos mesmos. Tais limitações estão intimamente relacionadas com o estímulo aplicado ao dente, seja ele térmico, elétrico ou mecânico, que vão se basear apenas na estimulação de fibras nervosas sensitivas pulpares, relegando as condições de oxigenação sanguínea e atividade circulatória do tecido pulpar que são os reais indicadores de vitalidade do tecido. Em função disso, faz-se necessário avaliar o comportamento fisiológico pulpar através de testes denominados fisiométricos, destacando-se nesta área, a oximetria de pulso que é um método não invasivo para determinação da saturação de oxigênio e taxa de pulso de um determinado tecido. Este estudo procurou estabelecer parâmetros para a utilização do oxímetro de pulso como teste de vitalidade pulpar, avaliando comparativamente os níveis de saturação de oxigênio obtidos do dedo indicador e de dentes incisivos centrais e caninos superiores sem alterações inflamatórias dos mesmos pacientes. Os resultados mostraram que existe correlação entre os valores de oxigenação sanguínea entre o dedo indicador e o dente do paciente, e que não houve diferença estatísticamente significante entre os valores de oxigenação sanguínea entre os dois grupos dentais estudados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.04.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALIL, Eduardo; CALDEIRA, Celso Luiz. Determinação da vitalidade pulpar in vivo da oximetria de pulso. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Calil, E., & Caldeira, C. L. (2003). Determinação da vitalidade pulpar in vivo da oximetria de pulso. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Calil E, Caldeira CL. Determinação da vitalidade pulpar in vivo da oximetria de pulso. 2003 ;
    • Vancouver

      Calil E, Caldeira CL. Determinação da vitalidade pulpar in vivo da oximetria de pulso. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021