Exportar registro bibliográfico

Estudo químico e ensaios biológicos de Lychnophora pohlii Schultz-Bip. (Vernonieae, Asteraceae) (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GRAEL, CRISTIANE FERNANDA FUZER - FCFRP
  • Unidades: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Subjects: DROGA VEGETAL; FARMACOBOTÂNICA
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo fitoquímico dos extratos de Lychnophora pohlii resultou no isolamento e identificação de esteróides (campesterol, estigmasterol, ß-sitosterol), flavonóides (galangina, galangina 3-metil éter, piloína, pinobanksina, pinobanksina 3-acetato) e lactonas sesquiterpênicas (centraterina, 2',3'-diidro-15-deoxigoiazensolido, 15-deoxigoiazensolido, goiazensolido e licnofolido) do extrato diclorometânico das folhas e inflorescências; triterpenos ('alfa'-amirina, ß - amirina, lupeol, pseudotaraxasterol e taraxasterol), flavonóides (Iuteolina, tectocrisina e vicenina-2) e ácido cafêico do extrato metanólico das folhas e inflorescências; flavonóides (isoramnetina 3-O-glicose, isoramnetina 3-O-(6"-p-cumaroil glicose), luteolina 7-metil éter, pinocembrina e quercetina 3-metil éter) e ácido 4,5-di-O-[E]-cafeoilquínico do extrato hidroalcoólico das folhas e inflorescências; esteróides (campesterol, estigmasterol, ß -sitosterol) e triterpenos (acetato de a- amirina, acetato de ß -amirina, acetato de lupeol, 'alfa'-amirina, ß -amirina, ß -friedelanol, friedelina, lupeol e taraxasterol) do extrato hexânico dos ramos e caule; ácido cafêico, esteróides (campesterol, estigmasterol, ß -sitosterol) e triterpenos ('alfa'-amirina, ß -amirina, ß -friedelanol, lupeol, taraxasterol, pseudotaraxasterol e taraxerol) do extrato metanólico dos ramos e caule. Foi detectada a atividade tripanocida nos extratos diclorometânico e metanólico das folhas e inflorescências. Substânciasisoladas destes extratos também apresentaram a atividade no ensaio tripanocida. Ensaios antioxidantes realizados com as substâncias isoladas revelaram uma pronunciada atividade de alguns flavonóides e do Ácido cafêico. Para validar a aplicação de plantas do gênero Lychnophora na medicina popular foram realizados ensaios das atividades analgésica e antiinflamatória dos extratos brutos, havendo a indicação de que alguns destes extratos são ativos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRAEL, Cristiane Fernanda Fuzer; LOPES, João Luís Callegari. Estudo químico e ensaios biológicos de Lychnophora pohlii Schultz-Bip. (Vernonieae, Asteraceae). 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Grael, C. F. F., & Lopes, J. L. C. (2003). Estudo químico e ensaios biológicos de Lychnophora pohlii Schultz-Bip. (Vernonieae, Asteraceae). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Grael CFF, Lopes JLC. Estudo químico e ensaios biológicos de Lychnophora pohlii Schultz-Bip. (Vernonieae, Asteraceae). 2003 ;
    • Vancouver

      Grael CFF, Lopes JLC. Estudo químico e ensaios biológicos de Lychnophora pohlii Schultz-Bip. (Vernonieae, Asteraceae). 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020