Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento e avaliação de sistema envolvendo a interface de análise por injeção em fluxo com eletroforese capilar (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: PALGROSSI, FABIANO SOUZA - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QFL
  • Subjects: ELETROFORESE; ANÁLISE POR INJEÇÃO EM FLUXO
  • Language: Português
  • Abstract: A combinação sinérgica da análise por injeção em fluxo com eletroforese capilar, FIA-CE, é um novo campo em rápida expansão, que se estende da simples justaposição de equipamentos (FIA-CE at-line) ao verdadeiro interfaceamento ou hifenação (FIA-CE in-line ou on-line). Tipicamente, circuitos FIA construidos nos laboratórios são interfaceados com equipamentos comerciais de eletroforese capilar providos com detecção espectrofotométrica UV-Vis, e operam sob injeção (ou melhor, transferência) eletrocinética de amostra do circuito FIA para o capilar, vez que esta é mais simples para implementar que a transferência hidrodinâmica. Um novo sistema FIA-CE que combina a detecção condutométrica sem contato elétrico, DCSC, com transferência hidrodinâmica ou eletrocinética de amostra foi projetado e construido no laboratório utilizando-se material de baixo custo, além de uma fonte de alta tensão, uma bomba peristáltica e um microcomputador. No circuito FIA, utilizou-se um único solenóide na construção de injetor multicanal com válvulas de estrangulamento de dimensões reduzidas. O DCSC foi anteriormente desenvolvido por outros componentes do grupo. A interface FIA-CE consiste de uma agulha hipodérmica de aço inoxidável conectada à saída do circuito FIA, atuando como eletrodo aterrado, traspassada pelo capilar. Quatro diferentes eletrólitos podem ser chaveados por intermédio do microcomputador para alimentar o circuito FIA. Na CE, três níveis de pressão podem ser aplicados aoreservatório contendo o eletrodo ao qual se aplica a alta tensão, correspondente ao extremo do capilar mais próximo do detetor: a) potente aspiração, durante o procedimento de limpeza rápida; b) pequena pressão sub-ambiente(ajustada com um pressiostato simples) para a transferência sincronizada de amostra da interface; e c) pressão ambiente, durante a aquisição de dados do eletroferograma. O sistema opera sob controle de um flexível continua continuaçaosoftware de código aberto, aceitando procedimentos FIA usuais. As avaliações mostraram, afora a comodidade de uso do sistema, freqüência analítica maior, limites de detecção similares e melhor repetibilidade da área e posição dos picos em comparação a CE operada manualmente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.11.2002
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PALGROSSI, Fabiano Souza; GUTZ, Ivano Gebhardt Rolf. Desenvolvimento e avaliação de sistema envolvendo a interface de análise por injeção em fluxo com eletroforese capilar. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-15072003-141427/ >.
    • APA

      Palgrossi, F. S., & Gutz, I. G. R. (2002). Desenvolvimento e avaliação de sistema envolvendo a interface de análise por injeção em fluxo com eletroforese capilar. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-15072003-141427/
    • NLM

      Palgrossi FS, Gutz IGR. Desenvolvimento e avaliação de sistema envolvendo a interface de análise por injeção em fluxo com eletroforese capilar [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-15072003-141427/
    • Vancouver

      Palgrossi FS, Gutz IGR. Desenvolvimento e avaliação de sistema envolvendo a interface de análise por injeção em fluxo com eletroforese capilar [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-15072003-141427/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021