Exportar registro bibliográfico

Variabilidade da superfície do mar na região da retroflexão da corrente norte do Brasil com base em resultados de modelo numérico e dados altimétricos (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: FONSECA, CARLOS AUGUSTO - IO
  • Unidade: IO
  • Sigla do Departamento: IOF
  • Assunto: OCEANOGRAFIA FÍSICA
  • Language: Português
  • Abstract: A variabilidade espacial e temporal da elevação da superfície do mar na região da retroflexão da Corrente Norte do Brasil (RCNB) foi estudada utilizando resultados de simulações numéricas derivados do Modelo de Coordenada Isopicnais da Universidade de Miami (MICOM). As principais características da região foram adequadamente representadas. Entretanto, em virtude do modelo ser forçado e/ou relaxado para os campos climatológicos, a variabilidade interanual não pode ser observada nas simulações. As áreas de maior variabilidade da elevação da superfície do mar correspondem a região da RCNB, o corredor por onde os vórtices desta se propagam, e a região onde ocorre a interação desses vórtices com asa ilhas nas Antilhas Pequenas (Caribe). O modelo produz uma média de 3 vórtices por ano, com um raio médio de 220 Km e velocidade de translação de 16 'cm POT.-1. A análise espectral aponta que dois sinais dominantes da variabilidade da elevação de superfície na região da RCNB correspondem ao sinal anual e ao sinal de meso-escala (70-90 dias). A comparação dos resultados do modelo com dados observacionais de altimetria, oriundos da missão Topex-Poseidon, indicam que qualitativamente o modelo representa de forma bastante satisfatória as principais características da região. Entretanto são necessários alguns ajustes para sua utilização no modo prognóstico. Duas das principais feições de meso-escala da região (a RCNB e a Contra-Corrente Norte Equatorial) foramestudadas, pela primeira vez, utilizando metodologias que permitem investigar o movimento das mesmas baseadas em dados de altimetria de satélite. Os resultados obtidos representam as principais características dessas duas feições e corroboram os resultados descritos em estudos anteriores, mostrando que o sensoriamento remoto pode ser utilizado para suprir a necessidade de dados observacionais in situ nessa região. Além disso esta é a primeira vez que séries )tão longas são apresentadas para esta região permitindo desta forma investigar a variabilidade interanual
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.04.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FONSECA, Carlos Eduardo; CAMPOS, Edmo Jose Dias. Variabilidade da superfície do mar na região da retroflexão da corrente norte do Brasil com base em resultados de modelo numérico e dados altimétricos. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, BSP, 2002.
    • APA

      Fonseca, C. E., & Campos, E. J. D. (2002). Variabilidade da superfície do mar na região da retroflexão da corrente norte do Brasil com base em resultados de modelo numérico e dados altimétricos. Universidade de São Paulo, São Paulo, BSP.
    • NLM

      Fonseca CE, Campos EJD. Variabilidade da superfície do mar na região da retroflexão da corrente norte do Brasil com base em resultados de modelo numérico e dados altimétricos. 2002 ;
    • Vancouver

      Fonseca CE, Campos EJD. Variabilidade da superfície do mar na região da retroflexão da corrente norte do Brasil com base em resultados de modelo numérico e dados altimétricos. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021