Exportar registro bibliográfico

Vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem: um estudo na perspectiva cultural (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RESSEL, LUCIA BEATRIZ - ENFERM
  • Unidades: ENFERM
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: ACIDENTES DE TRÂNSITO; ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM; ANTROPOLOGIA CULTURAL E SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: A sexualidade é uma condição humana presente em todas as fases de vida das pessoas. Neste estudo, objetivei compreender de que forma o tema sexualidade, condicionado culturalmente, é vivenciado na prática da assistência de enfermagem, pelas enfermeiras. Para tanto, adotei como opção conceitual a Antropologia Cultural, uma vez que ela apresenta uma concepção de sexualidade como construção histórica-social-cultural progressiva, singular, dinâmica, flexível e contextualizada, vale dizer, como uma elaboração própria de cada pessoa. A abordagem qualitativa adotada foi o método etnográfico e os dados foram obtidos por intermédio das técnicas do grupo focal e da entrevista semi-estruturada. Emergiram da análise dos dados os descritores culturais, que permitiram a identificação dos sub-temas: construções singulares, tornando-se enfermeira e vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem. Acrescentei, nessa análise o capítulo emergindo analogias, que contém um confronto entre a representação do eu-enfermeira e a simbolização das deusas gregas, refletindo a forma como as colaboradoras experienciam o tema da sexualidade no fazer enfermagem. Este estudo viabilizou a expressão dos significados particulares acerca da sexualidade, junto com cada colaboradora; possibilitou perceber que tais significados foram condicionados ao longo da socialização específica de cada uma delas; e mostrou que a vivência, na prática da assistência de enfermagem, tem sido singular acada enfermeira. Isso tem oportunizado semelhanças e diferenças nas experiências, nas emoções e nas expressões vivenciadas no fazer enfermagem em relação a esta temática. A interpretação cultural da sexualidade possibilita entender seus significados e a que se relacionam; oportuniza a expressão das diferentes visões de mundo, no complexo contexto cultural da enfermagem; e permite aceitar o sincretismo, concorrendo para uma experiência qualitativamente ) mais significativa nessa prática e em relação a esse tema, tanto para a enfermeira, quanto para o sujeito do seu cuidado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.03.2003
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RESSEL, Lúcia Beatriz; GUALDA, Dulce Maria Rosa. Vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem: um estudo na perspectiva cultural. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-28102004-102256/ >.
    • APA

      Ressel, L. B., & Gualda, D. M. R. (2003). Vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem: um estudo na perspectiva cultural. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-28102004-102256/
    • NLM

      Ressel LB, Gualda DMR. Vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem: um estudo na perspectiva cultural [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-28102004-102256/
    • Vancouver

      Ressel LB, Gualda DMR. Vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem: um estudo na perspectiva cultural [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-28102004-102256/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020