Exportar registro bibliográfico

Comportamento de reator anaeróbio operado em batelada seqüencial, contendo biomassa imobilizada e submetido a aumento progressivo da concentração de substrato de fácil degradação (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: MIQUELETO, ANA PAULA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS; REATORES ANAERÓBIOS; GLICOSE
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos deste trabalho foram avaliar o desempenho do reator anaeróbio operado em batelada seqüêncial quando submetido ao aumento progressivo da concentração de glicose e estimar os parâmetros cinéticos da degradação da glicose. Inicialmente o reator foi operado com ciclos de 8 horas, tratando glicose nas concentrações, aproximadas, de 500, 1000 e 2000 mg/L. Não foi detectada glicose no efluente nas três condições. O reator operou de maneira estável, tratando aproximadamente 500 mg/L de glicose, com eficiência na remoção da DQO filtrada entre 93% e 97%. Na operação com concentrações de glicose no afluente próximas de 1000 mg/L e 2000 mg/L, observou-se instabilidade operacional, principalmente devido à produção de polímeros extracelulares (EPS) que comprometeram a hidrodinâmica e a transferência de massa no sistema. Os valores médios das concentrações de ácidos voláteis no efluente foram de 159 mais ou menos 72 mg/L e 374 mais ou menos 92 mg/L, respectivamente. Aos perfis de concentração de glicose foi ajustado modelo de primeira ordem, enquanto que um modelo modificado, contemplando concentração residual de matéria orgânica, foi ajustado aos perfis temporais de DQO. Para verificar a formação do EPS, operou-se o reator com 3 horas de ciclo nas concentrações, aproximadas, de 500 e 1000 mg/L. Esta fase teve como objetivo verificar a hipótese, segundo a qual, a produção de EPS seria resultado da exposição da biomassa a baixas concentrações de matéria orgânicapor longo período. Dessa forma, reduzindo o tempo de ciclo, a exposição a baixas concentrações também seria reduzida. No entanto, embora o reator tenha operado com relativa estabilidade, verificou-se formação de grande quantidade de EPS logo na primeira condição operacional, com aproximadamente, 500 mg/L de glicose no afluente, indicando que a hipótese não estava correta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.03.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MIQUELETO, Ana Paula; ZAIAT, Marcelo. Comportamento de reator anaeróbio operado em batelada seqüencial, contendo biomassa imobilizada e submetido a aumento progressivo da concentração de substrato de fácil degradação. 2003.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-02072009-085827/ >.
    • APA

      Miqueleto, A. P., & Zaiat, M. (2003). Comportamento de reator anaeróbio operado em batelada seqüencial, contendo biomassa imobilizada e submetido a aumento progressivo da concentração de substrato de fácil degradação. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-02072009-085827/
    • NLM

      Miqueleto AP, Zaiat M. Comportamento de reator anaeróbio operado em batelada seqüencial, contendo biomassa imobilizada e submetido a aumento progressivo da concentração de substrato de fácil degradação [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-02072009-085827/
    • Vancouver

      Miqueleto AP, Zaiat M. Comportamento de reator anaeróbio operado em batelada seqüencial, contendo biomassa imobilizada e submetido a aumento progressivo da concentração de substrato de fácil degradação [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-02072009-085827/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020