Exportar registro bibliográfico

Avaliação de desempenho do reator anaeróbio em batelada seqüencial (ASBR), contendo biomassa imobilizada em pedra pome, para tratamento de esgoto sanitário (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: LAPA, KATT REGINA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: ESGOTOS SANITÁRIOS; TRATAMENTO BIOLÓGICO ANAERÓBIO; REATORES ANAERÓBIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Os reatores anaeróbios em batelada (ASBR) de leito fixo, em desenvolvimento no Instituto Mauá de Tecnologia e na Escola de Engenharia de São Carlos, têm apresentado desempenho satisfatório no tratamento de esgotos sanitários. A escolha do leito suporte é um dos importantes aspectos dessa etapa de desenvolvimento, além do aprofundamento do conhecimento dos aspectos fundamentais do processo e daqueles relacionados à operação do reator. Esta investigação estudou o comportamento de um ASBR de leito fixo, em escala de bancada, formado por matrizes de pedra pome, para suporte da biomassa, provido de agitador mecânico, no tratamento de esgotos sanitários coletados no Campus da USP, em São Carlos. O reator, com volume total de 7,2 litros, foi operado em ciclos de 8 horas de duração, durante 86 dias, totalizando 216 ciclos. A DQO média afluente, no período, foi de 446 mais ou menos 169 mg/L, com valores médios, no efluente, respectivamente iguais a 233 mais ou menos 52, 64 mais ou menos 31, 32 mais ou menos 15 e 141 mais ou menos 32 mg/L para a DQO total, fração particulada, coloidal e solúvel. Esses valores confirmam o bom desempenho do reator na remoção da fração particulada da matéria orgânica (eficiência de remoção de 84%). O modelo cinético para a velocidade de decaimento da DQO, que melhor se ajustou aos dados experimentais foi o de primeira ordem com residual ('KIND.1''POT.AP'= 0,63 mais ou menos 0,06 'H POT.-1'). Apesar do bom desempenho do reator, a presença, noefluente, de concentrações elevadas de sólidos solúveis fixos e valores anormais de alcalinidade e pH, alertaram para a necessidade de estudo mais aprofundado do leito, concluindo-se que a pedra pome sintética não apresenta a estabilidade química necessária para seu uso como material suporte nesse tipo de reator, pois ocorreu a perda contínua de cálcio do leito que resultou na perda da estabilidade estrutural das matrizes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.04.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LAPA, Katt Regina; FORESTI, Eugenio. Avaliação de desempenho do reator anaeróbio em batelada seqüencial (ASBR), contendo biomassa imobilizada em pedra pome, para tratamento de esgoto sanitário. 2003.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30082004-112743/ >.
    • APA

      Lapa, K. R., & Foresti, E. (2003). Avaliação de desempenho do reator anaeróbio em batelada seqüencial (ASBR), contendo biomassa imobilizada em pedra pome, para tratamento de esgoto sanitário. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30082004-112743/
    • NLM

      Lapa KR, Foresti E. Avaliação de desempenho do reator anaeróbio em batelada seqüencial (ASBR), contendo biomassa imobilizada em pedra pome, para tratamento de esgoto sanitário [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30082004-112743/
    • Vancouver

      Lapa KR, Foresti E. Avaliação de desempenho do reator anaeróbio em batelada seqüencial (ASBR), contendo biomassa imobilizada em pedra pome, para tratamento de esgoto sanitário [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30082004-112743/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020