Exportar registro bibliográfico

Estudo in vivo e in vitro da inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais por organofosforados (malatiom e etiom) e por carbamatos (carbofuram e carbaril) em codornas machos (Coturnix coturnix japonica) (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: CORREA, ADRIANA PORTELLA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: PESTICIDAS; CARBONATOS EM ANIMAL; AVES; ORGANOFOSFORADOS EM ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Apesar dos avanços biotecnológicos nas práticas agrícolas no Brasil, o uso indiscriminado de substâncias agrotóxicas ainda é grande. O uso destas substâncias acarreta problemas de intoxicação para a fauna, especialmente para avifauna. Os inseticidas mais utilizados são os anticolinesterásicos, organofosforados e carbamatos, que exercem seus efeitos tóxicos através da inibição da acetilcolinesterase (AChE) presente no sistema nervoso central e nas junções neuromusculares tanto nos vertebrados quanto nos invertebrados. Tais compostos também são capazes de inibir as colinesterases presentes no plasma, no entanto sabe-se que esta inibição não implica em efeito tóxico, servindo apenas como diagnóstico de exposição a estas substâncias. Os objetivos deste trabalho foram determinar a inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais em codornas machos (Coturnix coturnix japonica) pelos inseticidas malatiom e etiom (organofosforados) e carbofuram e carbaril (carbamatos) através de ensaios in vivo e in vitro, descrever sinais e sintomas da intoxicação observadas durante os ensaios e, correlacionar as porcentagens de inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais obtidas nos ensaios in vivo com as concentrações molares obtidas nos ensaios in vitro. Determinamos também o perfil temporal de degradação das colinesterases cerebrais de codornas machos, intoxicadas pela via oral, expondo o homogenato cerebral à temperaturas ambiente (20-25'GRAUS'C). Para amensuração da atividade das colinesterses plasmáticas e cerebrais, utilizamos o método espectrofotométrico descrito por Ellman e col.,1961. Os resultados obtidos, mostram que os praguicidas apresentam diferenças importantes nos perfis de inibição tanto das colinesterases plasmáticas como cerebrais, e esta diferença foi observada mesmo entre praguicidas de uma mesma classe. Nosso resultados revelam que, pelo menos em codornas machos, com exceção do carbofuram, os ) organofosforados (malatiom e etiom) são mais tóxicos do que o outro carbamato ensaiado, o carbaril. Observamos também a alta afinidade do carbofuram pelas colinesterases cerebrais, o que corrobora com dados da literatura confirmando o potencial tóxico desta substância para as aves. Os ensaios in vitro, mostram que o etiom parece apresentou uma afinidade alta pelas colinesterases plasmáticas e que o mesmo não ocorreu com as colinesterases cerebrais, uma vez que a maior concentração empregada deste praguicida (9x1'0 POT. -3') não foi capaz de inibir 50% da atividade enzimática. Com relação ao perfil de degradação da atividade das colinesterases cerebrais de codornas intoxicadas pelos praguicidas, quando mantidos à temperatura ambiente, verificamos que é possível obter níveis de inibição das colinesterases cerebrais semelhantes aos níveis encontrados no momento do óbito do animal intoxicado pelos organofosforados, até 3 dias após a intoxicação e que o mesmo não foi possível para oscarbamatos, pois já com 24h temos um aumento da atividade enzimática, mostrando uma possível reativação das colinesterases cerebrais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CORREA, Adriana Portella; SÁ-ROCHA, Luiz Carlos de. Estudo in vivo e in vitro da inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais por organofosforados (malatiom e etiom) e por carbamatos (carbofuram e carbaril) em codornas machos (Coturnix coturnix japonica). 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Correa, A. P., & Sá-Rocha, L. C. de. (2003). Estudo in vivo e in vitro da inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais por organofosforados (malatiom e etiom) e por carbamatos (carbofuram e carbaril) em codornas machos (Coturnix coturnix japonica). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Correa AP, Sá-Rocha LC de. Estudo in vivo e in vitro da inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais por organofosforados (malatiom e etiom) e por carbamatos (carbofuram e carbaril) em codornas machos (Coturnix coturnix japonica). 2003 ;
    • Vancouver

      Correa AP, Sá-Rocha LC de. Estudo in vivo e in vitro da inibição das colinesterases plasmáticas e cerebrais por organofosforados (malatiom e etiom) e por carbamatos (carbofuram e carbaril) em codornas machos (Coturnix coturnix japonica). 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021