Exportar registro bibliográfico

Avaliação da contaminação microbiana e eficácia de agentes antimicrobianos na desinfecção de escovas dentais de pacientes portadores de necessidades especiais (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: BARBOSA, BEATRIZ MEDINA COELI - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: ESCOVA DE DENTE; CONTAMINAÇÃO; PACIENTE ESPECIAL; ODONTOPEDIATRIA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do presente estudo foi avaliar, por meio das técnicas de cultura e de formação de biofilme, a contaminação microbiana de escovas dentais de 39 indivíduos portadores de necessidades especiais e a eficácia de dois agentes antimicrobianos para desinfecção das mesmas. Os procedimentos clínicos foram divididos em três etapas, com intervalo de 72-96 horas entre cada uma. Na primeira etapa, os pacientes portadores de necessidades especiais efetuaram a escovação usando dentifrício Sorriso, enxaguaram as escovas com água e, em seguida, as mesmas foram borrifadas com spray de água de torneira esterilizada. Na segunda e terceira etapas, a escovação foi realizada usando o mesmo dentifrício e as escovas foram borrifadas com gluconato de clorexidina a 0,12% (Periogard-Colgate) e cloreto de cetilpiridínio a 0,05% (Anti-séptico bucal Reach Johnson), respectivamente. Ao término de cada etapa, as escovas foram submetidas à cultura microbiana, empregando-se o meio CaSa B. Os resultados obtidos foram submetidos à análise estatística por meio dos testes de Friedman, Dunn, Cochran e teste dos sinais. Na etapa I (água de torneira esterilizada), os estreptococos do grupo mutans estavam presentes em 76,9% das cerdas das escovas, com número de colônias/biofilmes variando de 0 a +100. Na etapa II (gluconato de clorexidina a 0,12%) não se observou colonização por estreptococos do grupo mutans. Na etapa III (cloreto de cetilpiridínio a 0,05%), apenas 10,2% das escovas encontraram-secontaminadas por estreptococos do grupo mutans, com números de colônias/biofilmes variando de 1 a 31. Pode-se concluir que as cerdas das escovas dentais de pacientes portadores de necessidades especiais tornaram-se contaminadas por estreptococos do grupo mutans, após uma única escavação de 1 minuto. Para reduzir a contaminação das escovas dentais por esses microorganismos, tanto a solução à base de gluconato de clorexidina a 0,12%, quanto a ) solução à base de cloreto de cetilpiridínio a 0,05%, sob a forma de spray, podem ser indicadas. No entanto, com a finalidade de tornar as escovas isentas de microorganismos, a solução à base de gluconato de clorexidina a 0,12% apresentou eficácia estatisticamente superior aos demais sprays avaliados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.03.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOSA, Beatriz Medina Coeli; NELSON FILHO, Paulo. Avaliação da contaminação microbiana e eficácia de agentes antimicrobianos na desinfecção de escovas dentais de pacientes portadores de necessidades especiais. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Barbosa, B. M. C., & Nelson Filho, P. (2003). Avaliação da contaminação microbiana e eficácia de agentes antimicrobianos na desinfecção de escovas dentais de pacientes portadores de necessidades especiais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barbosa BMC, Nelson Filho P. Avaliação da contaminação microbiana e eficácia de agentes antimicrobianos na desinfecção de escovas dentais de pacientes portadores de necessidades especiais. 2003 ;
    • Vancouver

      Barbosa BMC, Nelson Filho P. Avaliação da contaminação microbiana e eficácia de agentes antimicrobianos na desinfecção de escovas dentais de pacientes portadores de necessidades especiais. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021