Exportar registro bibliográfico

Carlos Gomes, um compositor orquestral: os prelúdios e sinfonias de suas óperas (1861-1891) (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: NOGUEIRA, MARCOS FERNANDES PUPO - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Assunto: ÓPERA
  • Language: Português
  • Abstract: A presente pesquisa concentra-se no território puramente instrumental das formas sinfônicas de Carlos Gomes compostas para suas oito óperas. Do ponto de vista quantitativo e qualitativo, trata-se de um conjunto de prelúdios e sinfonias que representa o primeiro corpo de repertório sinfônico de concerto da história da música brasileira. A análise do material temático de cada uma das onze peças sinfônicas inseridas nas óperas de Gomes tem o objetivo de desvelar o pensamento sinfônico do compositor e, ao mesmo tempo, questionar os rótulos que freqüentemente lhe são aplicados, ora como seguidor de Verdi, ora de Wagner, algumas vezes como herói nacional por ter vencido em Milão, outras desqualificado como paradigma para as gerações de compositores brasileiros que o sucederam. Partimos do pressuposto de que Gomes, nas formas sinfônicas de suas óperas, seguiu um caminho estético próprio e seu estilo, bastante pessoal, mostrou-se receptivo a diálogos ecléticos com a tradição sinfônica européia, que no seu caso específico inclui, além da música lírica italiana do século XIX, a ópera francesa dos séculos XVIII e XIX, o drama musical wagneriano e principalmente o sinfonismo de inspiração clássica, também encontrado nas produções da chamada "música absoluta' das últimas décadas do século XIX. Com relação às obras analisadas neste trabalho, o discurso de Carlos Gomes se revela essencialmente sinfônico, tanto pela forte unidade motívica dos materiais temáticosempregados quanto pela variedade das texturas orquestrais presentes na arquitetura composicional. Carlos Gomes compreendeu melhor, ou mais cedo do que seus contemporâneos italianos, o fato de que a composição sinfônica não se sustenta contando apenas com a mera vocalidade exterior das melodias - em geral estáticas e completas em si mesmas -, mas exige um tipo de organização temática mais dinâmica e íntegra, na qual os temas se formam a partir de pequenos ) fragmentos de contornos tão incisivos que produzem unidade temática, variedade, contraste e transformações motívicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NOGUEIRA, Marcos Fernandes Pupo; CONTIER, Arnaldo Daraya. Carlos Gomes, um compositor orquestral: os prelúdios e sinfonias de suas óperas (1861-1891). 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Nogueira, M. F. P., & Contier, A. D. (2003). Carlos Gomes, um compositor orquestral: os prelúdios e sinfonias de suas óperas (1861-1891). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Nogueira MFP, Contier AD. Carlos Gomes, um compositor orquestral: os prelúdios e sinfonias de suas óperas (1861-1891). 2003 ;
    • Vancouver

      Nogueira MFP, Contier AD. Carlos Gomes, um compositor orquestral: os prelúdios e sinfonias de suas óperas (1861-1891). 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020