Exportar registro bibliográfico

Eletrocromismo em filmes finos compósitos (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, FABIO FURLAN - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FAP
  • Assunto: FILMES FINOS
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho calculamos inicialmente as propriedades ópticas de filmes compósitos de Me-NiO e Me-CoO, sendo os metais Me=Au, Ag, Cu, Ni, Pd e Pt, a partir da teoria de meio efetivo e Maxwell Garnett. Este estudo teórico possibilitou avaliar a viabilidade de se obter experimentalmente um material colorido na região do espectro visível, com absorção seletiva numa estreita faixa de comprimentos de onda. Os resultados mostraram que o candidato ideal para tal fim é o compósito a base de Au. A partir deste resultado iniciou-se o crescimento de filmes finos compósitos de Au-NiO e Au-CoO, utilizando diferentes estratégias experimentais: (i) depoisição por DC magnetron sputtering reativo, (ii) deposição do filme de 'NiO IND.X' por DC magnetron sputtering reativo e Au pelos métodos de sol-gel e dip coating e (iii) deposição de ambos os filmes, 'NiO IND.X''H IND.Y' e Au, por sol-gel e dip coating. Os resultados mostraram uma seletividade pequena (-5-10%) nos filmes crescidos pelo método de sputtering, devido ao caráter atomístico desse tipo de técnica, que conduz à formação de pequenos aglomerados de Au (menores que -3 nm), ao invés de agregados com tamanhos da ordem de algumas dezenas de nanometros, obtidos facilmente pelo método sol-gel. O crescimento na forma de multicamadas proporciona uma melhor seletividade, em torno de 15% . Pós-tratamento térmicos em filmes compósitos obtidos unicamente por sputtering induzem a aglomeração do Au, mas destroem as propriedadeseletrocrômicas. No caso de filmes de Au crescidos por sol-gel, a seletividade espectral, decorrente da presença de Au aumenta, indo de 15% a 20% em filmes depositados sobre a matriz óxida crescida por sputtering e por sol-gel, respectivamente. Mediante processos eletroquímicos, os filmes de 'NiO IND.X''H IND.Y' crescidos por sol-gel e dip coating apresentam os melhores resultados de variação de transmitância *70%), devido à maior porosidade desses filmes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.02.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Fábio Furlan; FANTINI, Márcia Carvalho de Abreu. Eletrocromismo em filmes finos compósitos. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-05072012-162751/pt-br.php >.
    • APA

      Ferreira, F. F., & Fantini, M. C. de A. (2003). Eletrocromismo em filmes finos compósitos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-05072012-162751/pt-br.php
    • NLM

      Ferreira FF, Fantini MC de A. Eletrocromismo em filmes finos compósitos [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-05072012-162751/pt-br.php
    • Vancouver

      Ferreira FF, Fantini MC de A. Eletrocromismo em filmes finos compósitos [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-05072012-162751/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021