Exportar registro bibliográfico

Polinizador como recurso limitante para fecundidade de Hippeastrum damazianum e conseqüências para estrutura genética (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated author: DARRIGO, MARIA ROSA - IB
  • School: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Subjects: ABELHAS; POLINIZAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: A importância de interações mutualistas no funcionamento do ecossistema bem como a rápida alteração das paisagens tem gerado interesse em avaliar modificações em processos biológicos, tais como os que envolvem a interação planta-polinizador, e suas conseqüências sobre a estrutura genética de populações. Dentre os vários fatores que resultam em maior número de flores que frutos, destacam-se limitação polínica e de recursos. Atualmente, é reconhecido que escassez de polinizadores e redução de fecundidade em espécies vegetais estão funcionalmente relacionadas. Dentro desste contexto, verificamos os fatores ecológicos que afetam a fecundidade de hippeastrum damazianum e condicionam o sucesso reprodutivo dos indivíduos em duas populações, Monte Verde e Atibaia, que estão sobr pressões antropicas diversas, como indicado pelo índice da paisagem. H. damazianum é espécie perene, com reprodução via sementes e propagação clonal, auto-incompatível e que depende de polinizadores noturnos e diurnos, para formação de frutos e sementes. A fecundidade de H. damazianum é reduzida tanto por limitação polínica como recursos, sendo estes responsáveis pela baixa formação de frutos e sementes, respectivamente. A população de Monte Verde possui índices de limitação polínica compatíveis aos encontrados para as demais espécies de Amaryllidacea. Nesta população há menor freqüência de beija-flores, maior frutificação e realção significativa entre produção de flores e formação de frutos. EmAtibaia a limitação polínica em H. damazianum é marcadamente acentuada, resultando em baixa frutificação mesmo com maior freqüência de visitantes diurnos. Este fato indica que a composição e freqüência de visita de beija-flores pouco interferem no sucesso reprodutivo desta espécie e que visitantes noturnos, provavelmente morcegos nectarívoros são polinizadores importantes, contribuindo mais à fecundidade da espécie que polinizadores diurnos. ) Além disto, em Atibaia, o aumento na produção de flores sem aumento na produção de frutos seria mais um indícede escassez de polinizadores na área. Concluímos que a baixa produção de frutos de H. damazianum em Atibaia, quando comparada a de Monte Verde, estaria sendo reduzida por limitação polinica oriunda de alterações na interação plaanta-polinizador. Uma vez que polinização é um dos processos determinantes da estrutura genética de espécies vegetais por medir deretamente fluxo gênico entre ibdividuos, alteraçÇoes no sistema planta-polinizador devem ser estendidas a sua estrutura genética. Dentro deste contexto, e conhecendo a biologia reprodutiva da espécie analisamos a estrutura genética de H. damazianum em ambas as populações. Encontramos diferenças quanto à heterozigosidade observada nas duas populações, bem como na sua distribuição dentro de cada população. A população de Atibaia, que apresenta menor sucesso reprodutivo, possui menor heterozigosidade, maior diferenciação genética dentro da população eperda de alelos, resultando na fixação de dois locos. Atribuímos a estrutura genética desta população à redução da contribuição da reprodução sexuada, e aumento de propagação clonal. Apesar dos indivíduos de H. damazianum possuírem longa expectativa de vida, retardando as modificações na estrutura genética, há fortes indícios de erosão genética em uma das populações (perda de alelos, aumento de endogamia, deriva gênica). Esta degradação na estrutura genética de H. damazianum parece acompanhar a alteração no processo reprodutivo frente a alteração de habitat em áreas adjacentes aos afloramentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.11.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DARRIGO, Maria Rosa; BUZATO, Silvana. Polinizador como recurso limitante para fecundidade de Hippeastrum damazianum e conseqüências para estrutura genética. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Darrigo, M. R., & Buzato, S. (2002). Polinizador como recurso limitante para fecundidade de Hippeastrum damazianum e conseqüências para estrutura genética. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Darrigo MR, Buzato S. Polinizador como recurso limitante para fecundidade de Hippeastrum damazianum e conseqüências para estrutura genética. 2002 ;
    • Vancouver

      Darrigo MR, Buzato S. Polinizador como recurso limitante para fecundidade de Hippeastrum damazianum e conseqüências para estrutura genética. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020