Exportar registro bibliográfico

Rainha ou operária? Um ensaio sobre a determinação de castas em Schwarziana quadripunctata (Lepeletier, 1836) (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: HYODO, VIVIAN CRISTINA DA COSTA CASTILHO - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Subjects: ABELHAS; APIDAE; OVO
  • Language: Português
  • Abstract: Em apini e Bombini, as células de cria são aprovisionadas progressivamente. Após a oviposição da rainha, as larvas são constantemente alimentadas pela operária. Já nos Meliponini, ocorre uma cadeia de comportamentos que envolve complexas interações entre rainha e operárias, que compõe o processo de aprovisionamento e postura das células. Analisando individualmente o volume e a quantidade de alimento das células de cria, verificamos que existe variação significativa no volume das células entre as colônias analisadas e para algumas estações do ano. Resultados semelhantes foram encontrados para a quantidade de alimento larval colocado nas células. Parece não haver relação entre o volume da célula e quantidade de alimento colocado pelas operárias. O alimento larval contém mel, pólen e proteínas secretadas pelas glândulas hipofaringenas das operárias, e é um dos principais fatores na determinação das castas. A larva pode encontrar variações na quantidde de alimento na célula, na taxa de concentração de pólen, carboidratos e secreções glandulares. Vários autores concordam que a quantidade de alimento larval seria a base para a determinação das castas. Entretanto, algumas evidências indicam que a qualidade do alimento também pode estar envolvida neste processo em algumas espécies. Por isso, no presente trabalho analisamos as concentrações de proteínas totais de cada célula de cria. Foram encontradas variações bastante significativas para praticamentetodas as colônias, e em todas as estações do ano. Encontramos também células com cerca de setenta vezes a concentração de proteínas em relação a outras. Devido ao sistema haplo-diplóide de determinação do sexo nos hymenoptera, uma rainha de Meliponini pode produzir fêmeas (ovos fertilizados - 2n) ou machos (ovos não fertilizados - n). Em S. quadripunctata, segundo a literatura, são raras as posturas de ovos por operárias, assim investigamos as variações no tamanho, peso ) e volume dos ovos colocados pelas rainhas. Verificamos variações bastante significativas para praticamente todas as medidas na grande maioria das colônias, estações do ano e condição da colônia. Entretanto, não obtivemos uma análise conclusiva dos recursos, já que não pudemos verificar a ploidia dos ovos, fator que parece influenciar no tamanho dos mesmas. Tanto os ovos como o alimento larval podem ser fatores determinantes na determinação de castas em abelhas sem ferrão. por isso, investigamos se existem diferenças significativas na concentração de proteínas totais dos ovos de S. quadripunctata. Encontramos variações significativas para quase todas as colônias, mas não verificamos nenhuma correlação entre a concentração de proteínas e o tamanho, peso, e volume dos ovos. Em alguns Meliponini rainhas virgens são produzidas ocasionalmente e geralmente emergem de células reais. Em algumas espécies, essas rainhas emergem de células pequenas, iguais àquelas de operárias e machos. Essasrainhas podem apresentar tamanhos variados. Até o presente momento não se conhece o significado da variação no tamanho. Verificamos que em S. quadripunctata, rainhas pequenas colocam ovos menores e rainhas grandes colocam ovos maiores. O peso das operárias parece ser um fator importante na determinação da divisão de trabalho em Apis mellifera. Com o presente trabalho verificamos que o peso das operárias de S. quadriunctata varia significativamente durante os meses e durante as estações do ano. O que pode estar diretamente relacionado à condição da colônia, quantidade de alimento estocado e o número de operárias envolvidas no processo de aprovisionamento e oviposição
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.04.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTILHO-HYODO, Vivian Cristina Costa; IMPERATRIZ-FONSECA, Vera Lúcia. Rainha ou operária? Um ensaio sobre a determinação de castas em Schwarziana quadripunctata (Lepeletier, 1836) (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Castilho-Hyodo, V. C. C., & Imperatriz-Fonseca, V. L. (2002). Rainha ou operária? Um ensaio sobre a determinação de castas em Schwarziana quadripunctata (Lepeletier, 1836) (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Castilho-Hyodo VCC, Imperatriz-Fonseca VL. Rainha ou operária? Um ensaio sobre a determinação de castas em Schwarziana quadripunctata (Lepeletier, 1836) (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2002 ;
    • Vancouver

      Castilho-Hyodo VCC, Imperatriz-Fonseca VL. Rainha ou operária? Um ensaio sobre a determinação de castas em Schwarziana quadripunctata (Lepeletier, 1836) (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021