Exportar registro bibliográfico

Avanços e recursos da reforma psiquiátrica no Distrito Federal: um estudo do Hospital São Vicente de Paulo (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LIMA, MARIA DA GLORIA - ENFERM
  • Unidades: ENFERM
  • Subjects: HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS; ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo trata dos movimentos, contradições e implicações das mudanças que têm ocorrido no Hospital São Vicente de Paulo - HSVP, da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no período de 1985 a 2002. A abordagem da realidade institucional se fez na perspectiva histórico-estrutural, na modalidade de estudo de caso. O processo de investigação das práticas em saúde mental no HSVP foi articulado com o contexto da reforma psiquiátrica, que propõe a superação do modelo asilar; centrado no saber psiquiátrico, para o modelo psicossocia1, que tem por concepção a saúde mental comunitária. A coleta de dados foi realizada no período de maio de 2000 a julho de 2001. Os instrumentos de pesquisa utilizados foram entrevistas abertas com 12 informantes-chave para reconstrução histórica da organização do HSVP e entrevistas semi-estruturadas com 37 atores institucionais, (16 técnicos de saúde, 12 usuários e 9 familiares), análise de dados documentais e observação participante. Elegemos Como categoria analítica a ideologia e como categorias empíricas a assistência em saúde mental e a reforma psiquiátrica. Em relação ao contexto institucional das práticas em saúde mental e dos atores institucionais, esse se caracteriza pelo modelo clínico-biológico e pela normatividade. A organização do processo de trabalho, nesse contexto, é atingida diretamente, decorrendo daí o surgimento de conflitos e resistências de sustentação para os dois modelos que se apresentam para a organizaçãodas ações em saúde mental - o asilar e o psicossocial. O espaço institucional não tem se caracterizado como um lugar de criação de trocas intersubjetivas, de potencialização da capacidade de auto-gestão para melhor qualidade das relações sociais. De modo geral, as práticas em saúde mental tiveram uma retração na implantação da Reforma Psiquiátrica, com a mudança de governo no ano de 1999, quando comparadas às políticas de Saúde Mental e às estratégias ) para a criação de uma Rede de Atenção em Saúde Mental no âmbito do Ministério da Saúde. A Reforma Psiquiátrica no HSVP tem como correlatas a desospitalização e a sujeição da clientela, usuários e familiares a uma situação de abandono, desassistência e exclusão social
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.07.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Maria da Glória; SILVA, Graciette Borges da. Avanços e recursos da reforma psiquiátrica no Distrito Federal: um estudo do Hospital São Vicente de Paulo. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Lima, M. da G., & Silva, G. B. da. (2002). Avanços e recursos da reforma psiquiátrica no Distrito Federal: um estudo do Hospital São Vicente de Paulo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Lima M da G, Silva GB da. Avanços e recursos da reforma psiquiátrica no Distrito Federal: um estudo do Hospital São Vicente de Paulo. 2002 ;
    • Vancouver

      Lima M da G, Silva GB da. Avanços e recursos da reforma psiquiátrica no Distrito Federal: um estudo do Hospital São Vicente de Paulo. 2002 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020