Exportar registro bibliográfico

As vivências do médico diante do diagnóstico do câncer infantil (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: CAPPARELLI, ADRIANA BARBOSA DE FREITAS - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: RELAÇÕES MÉDICO-PACIENTE; PSICOLOGIA DA CRIANÇA
  • Language: Português
  • Abstract: A conduta diante da comunicação do diagnóstico mudou muito, nos últimos anos, devido aos diversos estudos e pesquisas e também à existência de uma equipe interprofissional que presta uma assistência integrada ao paciente e à sua família. Mas ainda assim, informar à pessoa que ela tem câncer é um tema polêmico e pode ser sentido como uma iminência de morte. Não ocultar o diagnóstico facilita a relação do médico com o paciente, deste com sua família e entre os profissionais da equipe. Minha intenção com este estudo foi compreender, por intermédio da fenomenologia, como o médico vivencia o momento do diagnóstico do câncer infantil. Sete médicos, oncologistas e pediatras, foram entrevistados a partir da seguinte questão orientadora: " o que significa para o(a) sr(sra) dar um diagnóstico de câncer à criança e à sua família?" As falas foram analisadas qualitativamente e integradas em categorias temáticas. Para o médico entrevistado dar o diagnóstico de câncer para a criança e para a família significa: ser cuidadoso ao conduzir esse momento; manifestar sentimentos; usar subterfúgios; relacionar-se com a criança; aproximar-se da família no sentido de perceber suas reações, defesas e sentimentos; levar uma mensagem de otimismo e esperança; compartilhar a responsabilidade com os demais profissionais da equipe; associar a palavra câncer à morte, evitando pronunciá-la; vivenciar a dor e a impotência diante da possibilidade de um fracasso no tratamento, O pensamento de Heideggerfoi utilizado como fundamento na tarefa de compreensão e atribuição do sentido dos relatos. Os médicos, ao falarem do momento do diagnóstico do câncer infantil, mostraram-se como ser-aí-no-mundo, como seres de cuidado e solicitude, revelando diferentes modos de ser-com-os-outros, modos de inautenticidade e autenticidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.09.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAPPARELLI, Adriana Barbosa de Freitas; MARTINS, Elizabeth Ranier. As vivências do médico diante do diagnóstico do câncer infantil. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Capparelli, A. B. de F., & Martins, E. R. (2002). As vivências do médico diante do diagnóstico do câncer infantil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Capparelli AB de F, Martins ER. As vivências do médico diante do diagnóstico do câncer infantil. 2002 ;
    • Vancouver

      Capparelli AB de F, Martins ER. As vivências do médico diante do diagnóstico do câncer infantil. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021