Exportar registro bibliográfico

Estudo e determinação de formaldeído utilizando sensor de cristal piezelétrico de quartzo (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: SIMIZO, CINTIA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 593
  • Assunto: QUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: Neste estudo, procurou-se desenvolver sensores analíticos para a detecção e determinação de formaldeído, utilizando microbalança de cristal de quartzo (QCM). O princípio da detecção utilizando um cristal piezelétrico é que a freqüência de vibração do sensor oscilante pode ser diminuída pela presença de um substrato sobre a superfície do cristal (dependente da massa). Os poluentes gasosos são seletivamente sorvidos pela película sobre a superfície do cristal, aumentando sua massa e diminuindo a freqüência de oscilação. A variação observada é uma medida da quantidade de gás sorvido. O sensor de quartzo piezelétrico é muito sensível, podendo detectar poluentes na atmosfera em níveis de ppm e ppb. Nos estudos iniciais, investigaram-se várias substâncias (individualmente ou misturadas) como possíveis substratos para formaldeído, principalmente as diferentes fases estacionárias viscosas usadas em cromatografia gasosa, além de aminas, glicóis e alguns ácidos. Uma das propriedades mais importantes e desejáveis de um sistema de sensor piezelétrico é a sua sensibilidade e capacidade de retomar à sua freqüência de base, após ser exposto a uma amostra gasosa. O material que se mostrou mais adequado para a detecção de formaldeído foi a mistura 2:1 (v/v) de uma solução de ácido dipicolínico/THEED (Tetrahidroxietiletilenodiamina). O substrato foi preparado a partir da mistura de uma solução etanólica saturada de ácido dipicolínico com uma solução 1:1 (v/v) de THEED e etanol. Osdemais fatores estudados e discutidos foram os efeitos de quantidade de substrato, fluxo, temperatura, tempo de vida do sensor e possíveis interferentes. A quantidade de substrato considerada adequada para o sensor foi em tomo de 75 ,µg, o que corresponde a uma variação de freqüência em tomo de 30 kHz. Tal quantidade favoreceu a estabilidade nas leituras, sendo que valores menores diminuem muito a sensibilidade. As demais condições otimizadas para
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.07.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMIZO, Cíntia; ANDRADE, José Fernando de. Estudo e determinação de formaldeído utilizando sensor de cristal piezelétrico de quartzo. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Simizo, C., & Andrade, J. F. de. (2002). Estudo e determinação de formaldeído utilizando sensor de cristal piezelétrico de quartzo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Simizo C, Andrade JF de. Estudo e determinação de formaldeído utilizando sensor de cristal piezelétrico de quartzo. 2002 ;
    • Vancouver

      Simizo C, Andrade JF de. Estudo e determinação de formaldeído utilizando sensor de cristal piezelétrico de quartzo. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021