Exportar registro bibliográfico

Recursos de sociabilidade em crianças com dificuldades de aprendizagem: um estudo de seguimento (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: CAMPOS, MARLÍ APARECIDA DA SILVA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: APRENDIZAGEM; PROCESSOS PSICOLÓGICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Competência nas relações interpessoais e desempenho escolar são tarefas de desenvolvimento centrais na meninice. A presente investigação focaliza crianças que, em um determinado momento de suas vidas, foram avaliadas por seus cuidadores como incompetentes na tarefa de desenvolvimento relacionada ao desempenho escolar, mas competentes nas tarefas relacionadas à sociabilidade. Objetivou-se no presente trabalho verificar se os recursos na esfera das relações interpessoais, relatados pelas mães dos participantes na época do atendimento psicopedagógico, poderiam atuar como fator de proteção na criança com dificuldade de aprendizagem. Quarenta e oito crianças de ambos os sexos foram avaliadas em dois momentos, ou seja, quando da admissão da criança em uma clínica de psicologia e posteriormente, após um ou dois anos da alta clínica, a fim de verificar se a característica de sociabilidade atua no momento do seguimento como fator de proteção, ao analisarmos como ela se encontra nas diversas esferas de seu desenvolvimento. Com base em informações obtidas por ocasião da entrevista de admissão na clínica, formamos três grupos de crianças: G1, com a característica de sociabilidade; G2, com dificuldades para relacionamentos interpessoais; e G3, grupo intermediário. Procedeu-se a avaliação das crianças quanto a adaptação psicossocial, buscando-se relacionar as características do funcionamento atual com fatores de risco e proteção identificados no período anterior.Compararam-se os três grupos quanto a desempenho escolar, perfil comportamental, percepção de suporte social, auto conceito e senso de auto eficácia. Os resultados obtidos nos permitiram verificar que as crianças do G1, crianças com recursos, apresentaram melhores resultados quando avaliadas no seguimento. Esses resultados indicaram que, como grupo, as crianças sociáveis desenvolveram melhores habilidades escolares, menos problemas de comportamento e um senso ) de auto eficácia mais forte. Elas também se sentem mais felizes e mais adaptadas em casa e na escola. Por outro lado, as crianças do G2, com dificuldades interpessoais, obtiveram os resultados mais desfavoráveis. Este parece ser um grupo de risco que necessita de acompanhamento psicológico para prevenir a intensificação dos problemas. Reafirma-se o papel central das relações interpessoais para um desenvolvimento saudável
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.08.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAMPOS, Marli Aparecida Silva; MARTURANO, Edna Maria. Recursos de sociabilidade em crianças com dificuldades de aprendizagem: um estudo de seguimento. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Campos, M. A. S., & Marturano, E. M. (2002). Recursos de sociabilidade em crianças com dificuldades de aprendizagem: um estudo de seguimento. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Campos MAS, Marturano EM. Recursos de sociabilidade em crianças com dificuldades de aprendizagem: um estudo de seguimento. 2002 ;
    • Vancouver

      Campos MAS, Marturano EM. Recursos de sociabilidade em crianças com dificuldades de aprendizagem: um estudo de seguimento. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021