Exportar registro bibliográfico

Efeito da laminina, de seus receptores, e de seus peptídios SIKVAV e YIGSR no fenótipo de linhagem derivada de carcinoma adenóide cístico humano (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: FREITAS, VANESSA MORAIS - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: PEPTÍDEOS (EFEITOS); CARCINOMA; FENÓTIPOS; PATOLOGIA BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: O carcinoma adenóide cístico de glândulas salivares caracteriza-se por comportamento agressivo, alto índice de recidivas locais e metástases. Possui três padrões de crescimento: cribriforme, tubular e sólido. Apresenta em seu quadro morfológico proeminente membrana basal. Estudos anteriores do nosso Laboratório demonstraram que a membrana basal modula o fenótipo de células derivadas de tumores de glândulas salivares com mesma histogênese do carcinoma adenóide cístico. Agora, analisamos se a laminina, importante proteína da membrana basal, é um fator morfo-regulatório de linhagem celular (CAC2) derivada de carcinoma adenóide cístico humano. Células CAC2 foram crescidas em ambiente tridimensional de gel de laminina-1 enriquecidos ou não com seus peptídios bioativos SIKVAV e YIGSR. Os resultados foram analisados por microscopia de luz e eletrônica de transmissão. As células crescidas dentro de laminina apresentaram arranjos semelhantes aos encontrados na neoplasia in vivo, como formações de estruturas tubulares, pseudocísticas e sólidas. Microscopia eletrônica de transmissão mostrou células polarizadas delimitando espaços luminais, e junções rudimentares. Estudamos também o efeito de peptídios da laminina, SIKVAV e YIGSR, nas células CAC2. Esses peptídios foram escolhidos porque são ativos na proliferação de diferenciação celular. No entanto, seus efeitos nunca foram analisados em neoplasias de glândulas salivares. Os grupos que tiveram a laminina enriquecida pelopeptídio SIKVAV deixaram de apresentar estruturas sólidas e ductiformes, apresentando apenas espaços cavitários delimitados por células achatadas. Esses espaços lembravam os pseudocistos do carcinoma adenóide cístico in vivo. Esses espaços poderiam ser decorrentes de atividade proteolítica, uma vez que SIKVAV possui esse efeito. Western blot e zimografia sugeriram que o peptídio SIKVAV aumenta a secreção das metaloproteinases 2 e 9 pelas células CAC2. ) A presença e a função da integrina a3b1, receptor da laminina, foi estudada na linhagem CAC2 através de bloqueio de função com anticorpos, ensaios de adesão e estudos morfológicos. Os resultados mostraram que quando esse receptor de laminina é bloqueado ocorre diminuição na adesão à laminina-1. Há também inibição dos arranjos sólidos, tubulares e semelhantes a pseudocistos. Dessa forma, concluímos que a integrina a3b1 é um dos responsáveis pelos efeitos da laminina-1 nas células CAC2. Finalmente, analisamos o efeito do peptídio YIGSR. Células tratadas por esse peptídio apresentaram morfologia fusiforme, sem coesividade. Esse arranjo é diferente do induzido ou pela laminina-1 ou por SIKVAV. O peptídio YIGSR possui receptor específico, não-integrina, denominado proteína de 67 kDa. Bloqueio desse receptor por anticorpo anulou o efeito do peptídio YIGSR. Nessa situação as células CAC2 voltaram a formar arranjos compactados e com pseudocistos, em padrão semelhante ao verificado em células tratadas por laminina-1. Assim,sugerimos que o peptídio YIGSR inibe o efeito da laminina nas células CAC2, agindo através do seu receptor de 67 kDa. Finalizando, podemos afirmar que a laminina-1 é uma molécula morfo-regulatória do fenótipo de células derivadas de carcinoma adenóide cístico. Seus peptídios YIGSR e SIKVAV possuem efeitos diferentes, podendo a sequência SIKVAV estar relacionada aos espaços pseudocísticos do tumor. Afirmamos também que os receptores integrina a3b1 e 67 kDa estão envolvidos nos efeitos da laminina-1 nas células CAC2
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.12.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREITAS, Vanessa Morais; JAEGER, Ruy Gastaldoni. Efeito da laminina, de seus receptores, e de seus peptídios SIKVAV e YIGSR no fenótipo de linhagem derivada de carcinoma adenóide cístico humano. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Freitas, V. M., & Jaeger, R. G. (2002). Efeito da laminina, de seus receptores, e de seus peptídios SIKVAV e YIGSR no fenótipo de linhagem derivada de carcinoma adenóide cístico humano. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Freitas VM, Jaeger RG. Efeito da laminina, de seus receptores, e de seus peptídios SIKVAV e YIGSR no fenótipo de linhagem derivada de carcinoma adenóide cístico humano. 2002 ;
    • Vancouver

      Freitas VM, Jaeger RG. Efeito da laminina, de seus receptores, e de seus peptídios SIKVAV e YIGSR no fenótipo de linhagem derivada de carcinoma adenóide cístico humano. 2002 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020