Exportar registro bibliográfico

Fauna edáfica em fragmentos florestais e em áreas reflorestadas com espécies da mata atlântica (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated author: DUCATTI, FABIANE - ESALQ
  • School: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: ÁRVORES FLORESTAIS; ECOLOGIA FLORESTAL
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo teve por objetivos caracterizar quantitativamente a meso e macrofauna edáfica e avaliar a atividade das principais classes taxonômicas presentes em fragmentos florestais da Floresta Estacional Semi Decidual (domínio de Mata Atlântica) e em diferentes modelos de reflorestamentos com associação de espécies da Mata Atlântica. As áreas utilizadas pertencem à Faculdade de Ciências Agronômicas, UNESP, em Botucatu/SP. Os tratamentos foram instalados em três solos usados intensivamente com exploração agrícola e pastagem: Nitossolo Vermelho (NV) textura argilosa, Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA) distrófico textura média e Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA) distrófico textura areia franca. O experimento, distribuído nas áreas no delineamento de blocos casualizados, com três repetições, continha um tratamento demarcado sobre floresta natural (Fragmento) e mais cinco tratamentos instalados sobre as áreas revegetadas: testemunha, semeadura direta, sistema Taungya modificado, consorciação de espécies nativas de rápido crescimento com espécies comerciais para madeira, e mistura de espécies nativas em modelos de plantio-restauração) As amostragens semestrais foram realizadas por dois anos, e a mesofauna foi extraída pelo método de Berleusse-Tüllgren modificado e a macrofauna pelo método dos monolitos. Os dados de densidade dos organismos foram analisados pelo teste de médias não-paramétrico de Friedman e pela análise multivariada de Agrupamento (ClusterAnalysis). Os tratamentos não diferiram entre si quanto à densidade total de ácaros e apenas em dez/98 no NV houve diferença estatística quanto à densidade de macroinvertebrados. Em números absolutos, a densidade total de ácaros no Fragmento foi superior ao Revegetação na grande maioria das amostragens. A macrofauna foi encontrada com maior densidade em quase todas as amostragens no NV e PVA; no LVA, o total de macrofauna no Fragmento foi superior ao Revegetação em todas as amostragens. Tanto para meso como para macrofauna, a maior densidade de organismos foi encontrada no NV, solo com maior teor de matéria orgânica e de argila, mais poroso e fértil, menos ácido, com menores temperatura do solo e maior umidade do solo, maior teor de C da biomassa microbiana, e maior facilidade no estabelecimento e crescimento da maioria das plantas utilizadas. O efeito da sazonalidade se verificou para meso e macrofauna, com tendência de maior densidade de organismos no verão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.12.2002
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DUCATTI, Fabiane; GONÇALVES, José Leonardo de Moraes. Fauna edáfica em fragmentos florestais e em áreas reflorestadas com espécies da mata atlântica. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-06022003-151503/ >.
    • APA

      Ducatti, F., & Gonçalves, J. L. de M. (2002). Fauna edáfica em fragmentos florestais e em áreas reflorestadas com espécies da mata atlântica. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-06022003-151503/
    • NLM

      Ducatti F, Gonçalves JL de M. Fauna edáfica em fragmentos florestais e em áreas reflorestadas com espécies da mata atlântica [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-06022003-151503/
    • Vancouver

      Ducatti F, Gonçalves JL de M. Fauna edáfica em fragmentos florestais e em áreas reflorestadas com espécies da mata atlântica [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-06022003-151503/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020