Exportar registro bibliográfico

O sentido na música: semiotização de estruturas paradigmáticas e sintagmáticas na geração de sentido musical (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: MONTEIRO, RICARDO NOGUEIRA DE CASTRO - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLL
  • Subjects: MÚSICA (ANÁLISE); SEMIÓTICA; LINGUÍSTICA APLICADA
  • Language: Português
  • Abstract: Partindo inicialmente da proposta de se estender a um repertório não-ocidental o corpus do modelo analítico desenvolvido na dissertação de mestrado Análise do discurso musical: uma abordagem semiótica, a tese de doutorado O Sentido na Música: semiotização de estruturas paradigmáticas e sintagmáticas na geração de sentido musical termina por se debruçar sobre as relações semi-simbólicas que organizam e estruturam as diferentes instâncias de produção de sentido na música e na canção. A partir de uma semiotização da métrica greco-latina, desenvolve uma estratégia sintética de abordagem das instâncias rítmica (plano da expressão) e tensiva (plano do conteúdo) na música. A partir da análise comparativa de três versões da canção egípcia ya garat al-wadi, identifica como principais diferenciais entre a música ocidental e árabe-mediterrânea a utilização por parte desta das configurações melismáticas enquanto estratégia de estruturação melódica e o emprego da estruturação intervalar em detrimento do pensamento motívico que caracteriza o idioma musical ocidental. Também a partir daí verifica-se a insuficiência do modelo de aspectualizações modulatórias de Greimas e Fontanille, todas de caráter linear, e propõe-se os fundamentos para um estudo das modulações cíclicas, divididas em circulares (convergentes, associadas ao efeito de sentido de realização) e espirais (divergentes, associadas à potencialização). As modulações cíclicas mostram sua eficiência enquantoferramentas metodológicas ao serem capazes de abordar sinteticamente fenômenos gerativos comuns tanto à simplicidade da música mântrica quanto à complexidade das grandes composições sinfônicas. Por fim, ao examinar a questão da influência moura sobre a música tradicional nordestina, chega-se a um estudo da semiotização das estruturas rímicas do plano de expressão verbal capaz de subsumir o conjunto de ) relações semi-simbólicas que organizam e inter-relacionam sincreticamente os planos de expressão e conteúdo das instâncias verbal e musical na canção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.2002
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MONTEIRO, Ricardo Nogueira de Castro; TATIT, Luiz. O sentido na música: semiotização de estruturas paradigmáticas e sintagmáticas na geração de sentido musical. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-06032007-190915/ >.
    • APA

      Monteiro, R. N. de C., & Tatit, L. (2002). O sentido na música: semiotização de estruturas paradigmáticas e sintagmáticas na geração de sentido musical. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-06032007-190915/
    • NLM

      Monteiro RN de C, Tatit L. O sentido na música: semiotização de estruturas paradigmáticas e sintagmáticas na geração de sentido musical [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-06032007-190915/
    • Vancouver

      Monteiro RN de C, Tatit L. O sentido na música: semiotização de estruturas paradigmáticas e sintagmáticas na geração de sentido musical [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-06032007-190915/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020