Exportar registro bibliográfico

Identificação de peptídeos do sistema Renina-Angiotensina com atividade antinociceptiva na substância cinzenta periaquedutal de ratos (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SILVA, ADRIANA PELEGRINI DA - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: PEPTÍDEOS (IDENTIFICAÇÃO); FARMACOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O efeito antinociceptivo da microinjeção de Ang II na região ventrolateral da substância cinzenta periaquedutal (PAG), assim como de seus precursores, tetradecapeptídeo substrato da renina e Ang I (Prado et al. Submetido), associado à presença de receptores AT1 e AT2, detectados nesta área por imunohistoquímica, indicam que o sistema renina-angiotensina deve ter participação no controle da transmissão nociceptiva no sistema nervoso central. Observamos aqui que a Ang II reduz a alodinia mecânica desencadeada por incisão cirúrgica da pata de ratos. Sustentando a participação do sistema renina-angiotensina endógeno na modulação nociceptiva tônica mediada pela PAG, observamos que antagonistas seletivos dos receptores AT1 e AT2, microinjetados nesta área, intensificam o comportamento nociceptivo dos animais. No entanto, o efeito antinociceptivo da Ang II, Ang III e Ang I parece depender da produção endógena de metabólitos ativos, pois inibi dores enzimáticos, como a amastatina ou bestatina, bloqueiam tal atividade (Pelegrini-da-Silva 1998, esta tese). Assim, avaliamos in vitro se a PAG possui maquinaria enzimática necessária para produzir fragmentos com propriedades analgésicas. A análise por cromatografia líquida de alto desempenho (HPLC) indica que o homogeneizado de "punches" da região ventrolateral da PAG incubado com Ang II produz rápida clivagem deste peptídeo em Ang m, Ang IV, Ang II (1-7) e fragmentos como a Ang II (1-4) e Ang II (5-8). Aincubação de Ang III também produz estes fragmentos, exceto a Ang II (1-4), pois a Ang III não possui o ácido aspártico amino-terminal da Ang II, e um produto extra, a Ang II (4-8). Todos os peptídeos detectados, exceto a Ang II (1-4), aumentam o limiar nociceptivo dos animais no teste de retirada de cauda. Além disso, a Ang II (5-8), o menor produto formado detectado nos sistemas cromatográficos I e II, não tem atividade antinociceptiva detectável via AT1 ou AT2. A ) Ang II e seus produtos de hidrólise são susceptíveis à hidrólise enzimática. A análise da hidrólise da Ang II e de seus fragmentos na presença de inibidores enzimáticos, usando HPLC, pode ajudar a determinar a importância destas enzimas na produção endógena do(s) peptídeo(s) ativo(s) no controle nociceptivo da PAG. A Ang II é hidrolisada principalmente por aminopeptidases sensíveis à amastatina. Além disso, este inibidor também reduz a hidrólise da Ang II (5-8). As metalopeptidases parecem ser importantes no metabolismo da ligação Tyr4-Ile5 e, aparentemente também da ligação Pro7-Phe8. A prolil-endopeptidase não parece participar significativamente do metabolismo dos peptídeos do sistema renina-angiotensina na PAG. Considerando o paradigma dos inibidores enzimáticos, sugerimos que fragmentos carboxi-terminais derivados da hidrólise de Ang II por aminopeptidases e metalopeptidases desencadeiam antinocicepção a partir da PAG. Os resultados indicam também, pela primeira vez, que fragmentos peptídicos daAng II, antes considerados produtos metabólicos inativos, são capazes de produzir analgesia a partir da PAG no teste de retirada de cauda. Além disso, a Ang II (5-8) parece produzir seu efeito antinociceptivo pela ativação de receptores diferentes doAT1 e AT2
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.08.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Adriana Pelegrini da; PRADO, Wiliam Alves do. Identificação de peptídeos do sistema Renina-Angiotensina com atividade antinociceptiva na substância cinzenta periaquedutal de ratos. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Silva, A. P. da, & Prado, W. A. do. (2002). Identificação de peptídeos do sistema Renina-Angiotensina com atividade antinociceptiva na substância cinzenta periaquedutal de ratos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silva AP da, Prado WA do. Identificação de peptídeos do sistema Renina-Angiotensina com atividade antinociceptiva na substância cinzenta periaquedutal de ratos. 2002 ;
    • Vancouver

      Silva AP da, Prado WA do. Identificação de peptídeos do sistema Renina-Angiotensina com atividade antinociceptiva na substância cinzenta periaquedutal de ratos. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020