Exportar registro bibliográfico

O estilo que ninguém segura: mano é mano! boy é boy! boy é mano? Mano é mano? Reflexão crítica sobre os processos de sociabilidade entre o público juvenil na cidade de São Paulo na identificação com a musicalidade do Rap^Nacional (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, ROSANA APARECIDA MARTINS - ECA
  • Unidade: ECA
  • Sigla do Departamento: CCA
  • Subjects: INDÚSTRIA CULTURAL; COMUNICAÇÃO DE MASSA (ASPECTOS POLÍTICOS); MOVIMENTOS SOCIAIS; RAP; HIP HOP
  • Language: Português
  • Abstract: Em tempos atuais o processo de globalização vem fornecendo novas configurações identitárias levando como modelo de análise na interpretação das relações entre o global/local. Partindo deste pressuposto, o objetivo desse projeto situa-se em abordar a construção do rap produzido no Brasil enquanto projeto artístico de resistência ao sistema hierárquico de poder e prestígio, como componente musical integrado no fluxo global de produtos, idéias, estilos, ou seja, enquanto linguagem cultural e consumível. Trata-se precisamente de estudar a disseminação do Rap Nacional (seu impacto social, no papel da política lírica de um discurso politizado em torno da interação social e da organização do cotidiano) enquanto meio de produção cultural, objeto de consumo imerso no contexto da cultura hip-hop. Diante disso, fica proposto para a presente pesquisa reconstruir o sistema de significações simbólicas que a mensagem produz, caracterizando pela capacidade de reflexão crítica à ordem social, articulada pelos jovens consumidores desse gênero artístico musical; na cidade de São Paulo, que são denominados por "manos" e por "boys", tentando apanhar a singularidade que há por trás desse processo. O presente trabalho ajuda a estabelecer pontos de apoio para a renovação tanto das questões sociais numa reavaliação da visão conformista e atomizada, idéias correntes quando o assunto é juventude brasileira
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Rosana Aparecida Martins; CALDAS, Waldenyr. O estilo que ninguém segura: mano é mano! boy é boy! boy é mano? Mano é mano? Reflexão crítica sobre os processos de sociabilidade entre o público juvenil na cidade de São Paulo na identificação com a musicalidade do Rap^Nacional. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Santos, R. A. M., & Caldas, W. (2002). O estilo que ninguém segura: mano é mano! boy é boy! boy é mano? Mano é mano? Reflexão crítica sobre os processos de sociabilidade entre o público juvenil na cidade de São Paulo na identificação com a musicalidade do Rap^Nacional. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Santos RAM, Caldas W. O estilo que ninguém segura: mano é mano! boy é boy! boy é mano? Mano é mano? Reflexão crítica sobre os processos de sociabilidade entre o público juvenil na cidade de São Paulo na identificação com a musicalidade do Rap^Nacional. 2002 ;
    • Vancouver

      Santos RAM, Caldas W. O estilo que ninguém segura: mano é mano! boy é boy! boy é mano? Mano é mano? Reflexão crítica sobre os processos de sociabilidade entre o público juvenil na cidade de São Paulo na identificação com a musicalidade do Rap^Nacional. 2002 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021