Exportar registro bibliográfico

Afinidades eletivas: o diálogo de Glauber Rocha com Pier Paolo Pasolini (1970-1975) (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BAMONTE, DUVALDO - ECA
  • Unidades: ECA
  • Sigla do Departamento: CTR
  • Subjects: CINEMA NOVO; CINEASTAS; CINEMA; CINEMA; CINEMA NOVO
  • Language: Português
  • Abstract: O diálogo do cinema novo brasileiro com o fórum cinemanovista italiano ganhou força a partir do início dos anos 60 através das Mostras de cinema latino americano organizadas pelo Instituto Columbianum, sediado na cidade de Gênova. Foi a partir dessas Mostras que os filmes brasileiros do cinema novo ganharam espaço no circuito dos festivais europeus, projetando o nome de alguns cineastas, dentre eles o de Glauber Rocha que, alguns anos após, daria início a sua carreira internacional, realizando o Cabeças cortadas, na Espanha, em 1970, e o Claro, na Itália, em 1975 - aqui analisados. A mudança de terreno cultural, do Brasil para a Europa, obviamente, se refletiria no horizonte argumentativo dos filmes de Glauber: embora o repertório temático continuasse sendo o mesmo, com a problemática nacional amarrando os argumentos, a forma de abordagem, no entanto, ganharia novos contornos, considerando que os interlocutores eram outros. Uma das primeiras formas que Glauber encontraria para se inserir no fórum estrangeiro seria, justamente, estreitando o diálogo com filmes e/ou autores com os quais mantinha afinidades, como Pier Paolo Pasolini, cineasta com quem, em suas palavras, mantinha comuns identidades. Seu diálogo com o cineasta italiano privilegiaria alguns temas, como o da crise do discurso (da esquerda comunista), abordado por Pasolini em Uccellacci e uccellini, filme de 1966, e o do rebelião dos jovens, em alusão ao 1968, como se pode acompanhar emPorcile, de 1969 - também aqui analisados. Apontar os aspectos mais importantes desta interlocução com o cineasta italiano, sejam os mais diretos, verificáveis, principalmente, nas similaridades que existem entre o Cabeças cortadas e o Porcile, sejam os indiretos, como a temática da viagem, presente em Uccellacci e uccellini e em Claro, bem como demarcar os dois momentos que caracterizaram o diálogo de Glauber com os europeus, resume, em linhas gerais, nosso objeto de estudo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.06.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BAMONTE, Duvaldo; XAVIER, Ismail. Afinidades eletivas: o diálogo de Glauber Rocha com Pier Paolo Pasolini (1970-1975). 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Bamonte, D., & Xavier, I. (2002). Afinidades eletivas: o diálogo de Glauber Rocha com Pier Paolo Pasolini (1970-1975). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bamonte D, Xavier I. Afinidades eletivas: o diálogo de Glauber Rocha com Pier Paolo Pasolini (1970-1975). 2002 ;
    • Vancouver

      Bamonte D, Xavier I. Afinidades eletivas: o diálogo de Glauber Rocha com Pier Paolo Pasolini (1970-1975). 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020