Exportar registro bibliográfico

Quod deus conjuxit homo non separet: um estudo de gênero, família e trabalho através das ações de divórcio e desquite no tribunal de justiça de Campinas (1890-1938) (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated author: LOPES, CRISTIANE FERNANDES - FFLCH
  • School: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Subjects: FAMÍLIA (HISTÓRIA); SOCIEDADE
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho tem como objetivo principal demonstrar, através dos processos de divórcio e desquite, abertos no Tribunal de Justiça da cidade de Campinas, entre 1890 e 1938, como as mulheres utilizaram a seu favor o mito da mulher submissa e anjo do lar buscando proteção diante de uma estrutura de poder que lhes negava a possibilidade de decisão e participação. Por meio destes testemunhos tentaremos, ainda, identificar os mecanismos pelos quais estes mitos foram forjados e como diversos setores da sociedade utilizaram-se deles procurando manter os instrumentos de poder e dominação sobre as mulheres, a família e o matrimônio. O período escolhido foi fundamental para a formação da nova nação. Era um momento de intensa movimentação no sentido de dotar o país de um regime laico e liberal. Em janeiro de 1890, o governo provisório, com base nesta proposta, instituiu a obrigatoriedade do casamento civil e o divórcio a mensa et thoro. Mais tarde, em 1891, ficou estabelecida a separação entre a Igreja e o Estado. Em 1934, a nova Constituição pela qual decretou, mais uma vez, o casamento como união indissolúvel e a família foi posta sob a proteção especial do Estado. Procurando colocar o Brasil entre as nações avançadas, juristas e intelectuais buscaram aprovar o divórcio a vinculo em meio à forte oposição católica. Estes fatos sublinham a importância que a família, o matrimônio e a separação conjugal tiveram para nossa sociedade, bem como para todas as nações em formação,sobretudo para aquelas que pretenderam estabelecer a República. Neste sentido, os estudos de gênero vêm contribuir para entendermos como estas mudanças aconteceram e foram colocadas em prática em contextos cultural e socialmente definidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.10.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOPES, Cristiane Fernandes; SAMARA, Eni de Mesquita. Quod deus conjuxit homo non separet: um estudo de gênero, família e trabalho através das ações de divórcio e desquite no tribunal de justiça de Campinas (1890-1938). 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Lopes, C. F., & Samara, E. de M. (2002). Quod deus conjuxit homo non separet: um estudo de gênero, família e trabalho através das ações de divórcio e desquite no tribunal de justiça de Campinas (1890-1938). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Lopes CF, Samara E de M. Quod deus conjuxit homo non separet: um estudo de gênero, família e trabalho através das ações de divórcio e desquite no tribunal de justiça de Campinas (1890-1938). 2002 ;
    • Vancouver

      Lopes CF, Samara E de M. Quod deus conjuxit homo non separet: um estudo de gênero, família e trabalho através das ações de divórcio e desquite no tribunal de justiça de Campinas (1890-1938). 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022