Exportar registro bibliográfico

Estudo do trânsito orofaringoesofageano e da função motora do esôfago em portadores de anemia ferropriva (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: MIRANDA, ADRIANA LEONARDA MARTINS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: ANEMIA FERROPRIVA; TRANSTORNOS DE DEGLUTIÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Pacientes com anemia ferropriva podem apresentar disfagia, que tem sido atribuída ó presença de membranas no esôfago cervical. Porém, estas não estão presentes em todos os casos. Postula-se que tais pacientes possam ter redução da amplitude da contração faríngea e /ou esofagica. É possível que o trânsito do bolo, através da faringe e do esôfago também possa estar alterado. Estudamos então doze portadores de anemia ferropriva (hemoglobina abaixo de 12 g/dl e ferro sérico abaixo de 49 ug/dl), um homem e onze mulheres, com idades variando de 31 a 50 anos, medians de 36. Um grupo constituído de dezessete voluntários, um homem e dezesseis mulheres, assintomáticos, com idade variando de 26 a 52 anos, mediana de 37, foi o grupo controle. A motilidade esofágica foi estudada por meio de manometria com perfusão continua e o trânsito orofaringoesofageano avaliado por cintilografia. A análise estastística foi realizada pelo teste t, sendo considerados estastisticamente significantes valores de p <_ 0,05. Os resultados demonstraram que no grupo anêmico por deficiência de ferro as contrações esofágicas tendem a ter amplitudes, menores que nas do grupo controle, porém essa diferença não atingiu significância estatística. A área sob a curva e a duração foram significativamente menores nos anêmicos com deglutições de 7 ml de água e 15 cm do esfíncter inferior do esôfago. Os resultados do trânsito do bolo mostraram que o pico de enchimento do esôfagoproximal e o tempo de trânsito na porção média do mesmo foram significativamente mais lentos no grupo com anemia ferropriva em relação aos controles. A performance do esfíncter inferior do esôfago foi normal e semelhante nos dois grupos. Concluímos que pacientes com anemia por deficiência crônica de ferro podem apresentar alterações no trânsito faringoesofúgico e na motilidade esofágica. Essas alterações parecem estar mais estreitamente relacionadas com o tempo de duração da ) deficiência de ferro que com a sua intensidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.05.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MIRANDA, Adriana Leonarda Martins; DANTAS, Roberto Oliveira. Estudo do trânsito orofaringoesofageano e da função motora do esôfago em portadores de anemia ferropriva. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Miranda, A. L. M., & Dantas, R. O. (2002). Estudo do trânsito orofaringoesofageano e da função motora do esôfago em portadores de anemia ferropriva. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Miranda ALM, Dantas RO. Estudo do trânsito orofaringoesofageano e da função motora do esôfago em portadores de anemia ferropriva. 2002 ;
    • Vancouver

      Miranda ALM, Dantas RO. Estudo do trânsito orofaringoesofageano e da função motora do esôfago em portadores de anemia ferropriva. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021