Exportar registro bibliográfico

Estudo da atividade bioquímicas da proteína Th1 de Arabidopsis thaliana (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: LUCHE, DOUGLAS DALLE - BIOTECNOL
  • Unidade: BIOTECNOL
  • Subjects: BIOTECNOLOGIA; DNA; MITOCÔNDRIAS; CLOROPLASTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Foi clonado neste laboratório o gene thil de Arabidopsis thaliana, homólgo ao gene lhi4 de leveduras. Este CDNA apresenta 1275 pb, uma janela aberta de leitura com 1047 pb e codifica para uma proteína presumida com peso molecular de 35 kDa. A análise de sua seqüência revelou similaridade a quatro diferentes domínios: peptídeo sinal para cloroplastos, domínio de ligação a dinucleotídeos, domínio de ligação a DNA e domínios correspondentes a DNA polimerases bacterianas. Estudos anteriores in vivo, de complementação funcional heteróloga, mostraram que este gene está envolvido no processo de reparo/tolerância a DNA lesado de nutocôndrias de leveduras, bem como é essencial para a via biossintética da tianúna (vitamina B1). Uma análise da sua região N-terminal revelou também a presença de uma preseqüência nútocondrial, logo a jusante ao peptídeo de direcionamento para cloroplasto, sendo esta proteína bi-direcionada para cloroplastos e mitocôndrias. A partir do processo de purificação de Thil buscamos determinar as atividades bioquímicas desta proteína, através de ensaios in vitro, que nos permitissem esclarecer a dupla funcionalidade de thil. Em primeiro lugar, conseguimos descartar a possibilidade de Thil ser uma DNA Polimerase. Dessa forma, duas atividades bioquímicas foram determinadas: uma possível atividade de ligação a DNA, e uma atividade de ligação a NAD (nicotinamida aderúna dinocleotídeo). Portanto, acreditamos que a atividade de ligação a NAD seja determinante efundamental para sua participação no ramo de formação do tiazol da via de biossíntese de tiamina, em sintonia com a co-cristalização do ligante 4-metil-5-hidroxietil-tiazol preso aos monômeros da molécula de Thil, a qual acontece no interior dos cloroplastos. A atividade de ligação a DNA deve ser determinante e fundamental para sua participação num mecanismo de proteção/tolerância a lesões nos genomas de cloroplastos e mitocôndrias, em ) concordância com a estrutura da proteína Thil nativa, que se apresenta na forma de um octâmero contendo um poro longitudinal com diâmetro superior ao de um fragmento de DNA dupla fita
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.09.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LUCHE, Douglas Dalle; MENCK, Carlos Frederico Martins. Estudo da atividade bioquímicas da proteína Th1 de Arabidopsis thaliana. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Luche, D. D., & Menck, C. F. M. (2002). Estudo da atividade bioquímicas da proteína Th1 de Arabidopsis thaliana. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Luche DD, Menck CFM. Estudo da atividade bioquímicas da proteína Th1 de Arabidopsis thaliana. 2002 ;
    • Vancouver

      Luche DD, Menck CFM. Estudo da atividade bioquímicas da proteína Th1 de Arabidopsis thaliana. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020