Exportar registro bibliográfico

Representações sociais de mães sobre a chupeta (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: MASSON, SONIA CRISTINA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: RELAÇÕES MÃE-CRIANÇA; ALEITAMENTO MATERNO
  • Language: Português
  • Abstract: Mesmo com a existência de iniciativas governamentais que controlam, desestimulam a até proíbem a divulgação e o uso de bicos e chupetas nas maternidades, é alta a freqüência do uso deste artefato pelas crianças brasileiras. Diante desse cenário, o objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais de mães sobre a chupeta, cujos filhos fizeram uso desse objeto. As mulheres estudadas deram a luz em hospital de ensino, na cidade de São Paulo, que proíbe a oferta de chupeta durante a internação. Após consentimento dessas mulheres, foram realizadas entrevistas não estruturadas e individuais, transcritas na íntegra pela própria pesquisadora. Foram utilizados os pressupostos teóricos das Representações Sociais, propostos por Moscovici, os quais referem que a elaboração da representação se dá através de conteúdos que circulam na sociedade, muitas vezes sendo decorrentes do processo de interação social. Os dados obtidos foram organizados para análise, segundo o método do Discurso do Sujeito Coletivo, que busca resgatar o discurso como signo de conhecimentos da representação social sobre um fenômeno. Dos resultados podemos apreender que: 1. A chupeta simboliza a criança; 2. A chupeta é um calmante para a criança e uma ajuda para a mãe; 3. O uso da chupeta é passado pelas gerações; 4. A mãe quer que a criança aceite a chupeta; 5. A chupeta não sacia a fome da criança e nem resolve tudo; 6. A chupeta ajuda e também atrapalha; 7. A chupeta é uma necessidade dos pais;8. A mãe faz o que é mais cômodo para ela. Esta pesquisa mostra que a chupeta oferece a mãe uma alternativa para confortar e apaziguar o filho em momentos de agitação ou quando ela não pode atendê-lo direta e continuamente. A necessidade materna, de sentir-se segura com a "parceria" da chupeta, conduz as ações das mães no cuidado com o filho, apesar de terem conhecimento da não indicação do uso desse artefato, pela maioria dos profissionais, ) e também sabem dos danos causados à saúde da criança, os quais atribuídos à chupeta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.09.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MASSON, Sonia Cristina; SILVA, Isília Aparecida. Representações sociais de mães sobre a chupeta. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Masson, S. C., & Silva, I. A. (2002). Representações sociais de mães sobre a chupeta. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Masson SC, Silva IA. Representações sociais de mães sobre a chupeta. 2002 ;
    • Vancouver

      Masson SC, Silva IA. Representações sociais de mães sobre a chupeta. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021