Exportar registro bibliográfico

Análise do dimensionamento da atenção materno-infantil na rede básica municipal de saúde de Taubaté-SP (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: SANDINI, EDUARDO - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: SAÚDE MATERNO-INFANTIL; PLANEJAMENTO EM SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: No presente trabalho, analisa-se o dimensionamento da atenção materno-infantil na rede básica municipal de Taubaté, no sentido de desenvolver uma metodologia que contribua para um melhor planejamento das ações e dos serviços municipais de saúde. Este estudo foi desenvolvido no município de Taubaté, tomando como objetivo todos os postos municipais que prestem assistência materno-infantil. Tem, como objetivos, verificar a distribuição dos postos de acordo com a população e as áreas geográficas do município, caracterizá-los quanto a sua capacidade física instalada, as atividades profissionais e serviços lá desenvolvidos, e analisar os percentuais de cobertura, produção e capacidade instalada desses serviços. O percurso metodológico tem início com a divisão do município em seis áreas distintas (A,B,C,D,E e F) e a localização dos serviços de saúde municipais nestas áreas. Para esta divisão são considerados os aspectos populacionais e geográficos, e, realiza-se o estudo dos recursos de saúde com foco na produtividade ou capacidade potencial dos recursos físicos e humanos que compõem estes serviços, quantificando a necessidade de consultas médicas básicas, exames de citologia oncótica e cobertura vacinal da população adscrita em cada área, rotulada neste estudo como cobertura ou meta referencial. Realiza-se a análise comparativa dos resultados alcançados em cada passo com os parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Para a coleta de dados, utiliza-se como fonte oprograma Tabwin/DataSUS e a Ficha de Cadastro Ambulatorial do SIA-SUS do M.S. Como resultados, observa-se que 74% do total dos postos encontram-se na zona urbana, como uma média de 9.991 habitantes por posto, e esta apresenta maior capacidade potencial de consultas médicas de pediatria em relação a consultas de gineco-obstetrícia. Quanto à quantidade de consultórios médicos por área, ) observa-se que não existe uma relação com a concentração populacional. A área C apresenta maior concentração populacional, com 34% do total de habitantes, e existe uma enorme região central dessa área sem atenção materno-infantil. Na análise comparativa, chama a atenção a área D, que apresenta 90% e 119% de capacidade potencial de recursos físicos e de recursos humanos em gineco-obstetrícia, respectivamente, a mais do que sua necessidade. Verifica-se também, quando comparamos a produção dos profissionais com sua capacidade potencial, que em todas as áreas, e em ambas as especialidades médicas, estes produziram um número de consultas médicas abaixo da quantidade que poderiam produzir. Em relação às consultas de pré-natal, 86% das gestantes realizaram mais de 4 consultas por gestação, e a cobertura vacinal de crianças menores de um ano de idade, para todas as vacinas, atingiu mais que 90%. Conclui-se, primeiramente, que a metodologia utilizada é viável para atender os objetivos. O município apresenta uma quantidade de postos mal dimensionados e geograficamente mal distribuídos.Existe um número superestimado de médicos pediatras e gineco-obstetras, ociosos e mal distribuídos pelas áreas do município. Os serviços de atenção a gestantes, citologia oncótica e vacinação apresentam-se eficientes, eficazes e efetivos, atendendo plenamente a saúde da mulher e da criança, no município
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.09.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANDINI, Eduardo; CIOSAK, Suely Itsuko. Análise do dimensionamento da atenção materno-infantil na rede básica municipal de saúde de Taubaté-SP. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Sandini, E., & Ciosak, S. I. (2002). Análise do dimensionamento da atenção materno-infantil na rede básica municipal de saúde de Taubaté-SP. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Sandini E, Ciosak SI. Análise do dimensionamento da atenção materno-infantil na rede básica municipal de saúde de Taubaté-SP. 2002 ;
    • Vancouver

      Sandini E, Ciosak SI. Análise do dimensionamento da atenção materno-infantil na rede básica municipal de saúde de Taubaté-SP. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021