Exportar registro bibliográfico

Avaliação da função renal, do metabolismo ósseo e do equilíbrio hidroeletrolítico em bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês de vida. Influência do fator etário (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: COELHO, CLARISSE SIMÕES - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: BEZERROS; BIOQUÍMICA; FUNÇÃO RENAL DE ANIMAL; EQUILÍBRIO HIDRO-ELETROLÍTICO; OSSO E OSSOS (METABOLISMO)
  • Language: Português
  • Abstract: Para o estabelecimento dos valores de referência de variáveis bioquímicas utilizadas na avaliação da função renal, do metabolismo ósseo e do equilíbrio hidroeletrolítico de bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês de vida, utilizou-se amostras de soro sangüíneo de 300 animais, distribuídos por 15 grupos experimentais, apresentados a seguir: do nascimento até 8 horas; 8 -| 16 horas; 16 -| 24 horas; 2 dias; 3 dias; 4 dias; 5 dias; 5 -| 7 dias; 7 -| 9 dias; 9 -| 11 dias; 11 -| 13 dias; 13 -| 15 dias; 15 -| 20 dias; 20 -| 25 dias e 25 -| 30 dias. Os componentes bioquímicos séricos estudados foram: a uréia, a creatinina, o cálcio, o fósforo, o magnésio, a fosfatase alcalina, o sódio, o potássio e o cloreto. Considerou-se na análise dos resultados a influência do fator etário. As concentrações de uréia sérica apresentaram oscilações ao longo do período estudado, atingindo um valor máximo nos animais com 4 dias de vida (31,85 '+ OU -' 4,10 mg/dl), seguindo com queda significativa dos valores, com pequenas oscilações nos grupos de animais mais velhos, alcançando a taxa mínima nos bezerros com 15 a 20 dias de vida. De forma semelhante, a taxa de creatinina sérica foi maior nos grupos de animais mais jovens (grupo 1 - 2,65 '+ OU -' 0,24 mg/dl), evoluindo com oscilações e declínio progressivo até atingir valor mínimo nos animais mais velhos (grupo 15 - 1,28 '+ OU -' 0,05 mg/dl). Os teores de cálcio sérico detectados nos grupos de animais mais jovens foramsuperiores àqueles observados nos de animais mais velhos, tendo taxa máxima e mínima nos animais, respectivamente, com três dias e com 11 a 13 dias. O fósforo sérico apresentou comportamento diverso com menores taxas nos bezerros jovens e maiores nos mais velhos. As taxas de magnésio sérico sofreram variações com evidência do valor mínimo no primeiro grupo etário e um aumento significativo a valor máximo nos animais com 2 dias de vida (continua) )(2,23 '+ OU -' 0,11 mg/dl). A atividade sérica da fosfatase alcalina foi intensa nos animais jovens, mostrando valor máximo naqueles com 08 a 16 horas de vida (565,9 '+ OU -' 145,5 UI/l), declinando significativamente a seguir, para atingir valor mínimo nos animais com 11 a 13 dias de idade (178,0 '+ OU -' 15,2 UI/l). As taxas do sódio tiveram pequenas oscilações até 15 dias de vida quando ocorreu o valor mínimo (125,9 '+ OU -' 2,7 mEq/l); a seguir houve aumento significativo com taxa máxima nos animais com 20 a 25 dias (141,5 '+ OU -' 1,4 mEq/l). Quanto ao potássio sérico, o valor mínimo foi detectado nos animais mais jovens (grupo 1 - 4,30 '+ ou -' 0,17 mEq/l), seguido por aumento significativo e pequenas variações até atingir o maior valor nos grupos de animais com 5 a 9 dias de vida (5,27 '+ ou -' 0,16/0,15 mEq/l). Os valores do cloreto sérico sofreram pequenas e não significativas oscilações. A influência do fator etário provou-se significativa para praticamente todos os constituintes bioquímicos estudados, com exceção dadeterminação de cloreto sérico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.08.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COELHO, Clarisse Simões; BENESI, Fernando José. Avaliação da função renal, do metabolismo ósseo e do equilíbrio hidroeletrolítico em bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês de vida. Influência do fator etário. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Coelho, C. S., & Benesi, F. J. (2002). Avaliação da função renal, do metabolismo ósseo e do equilíbrio hidroeletrolítico em bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês de vida. Influência do fator etário. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Coelho CS, Benesi FJ. Avaliação da função renal, do metabolismo ósseo e do equilíbrio hidroeletrolítico em bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês de vida. Influência do fator etário. 2002 ;
    • Vancouver

      Coelho CS, Benesi FJ. Avaliação da função renal, do metabolismo ósseo e do equilíbrio hidroeletrolítico em bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês de vida. Influência do fator etário. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021