Exportar registro bibliográfico

Análise da relação entre os polimorfismos no gene IL-4 e a doença periodontal em negros não-fumantes (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: PONTES, CARLA CRUVINEL - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 806
  • Subjects: DOENÇAS PERIODONTAIS; NEGROS; INTERLEUCINA 4
  • Language: Português
  • Abstract: Há muitos fatores que podem aumentar a severidade da doença periodontal, especialmente o genótipo. Marcadores genéticos específicos para a susceptibilidade às doenças periodontais são um achado recente. Verificou-se que pequenas alterações no código genético (polimorfismo) do gene IL-4 podem influenciar a resposta do hospedeiro à placa. Polimorfismos no gene IL-4 foram avaliados em pacientes caucasianos com periodontite de estabelecimento precoce e foram considerados como um importante marcador de risco. O objetivo deste estudo foi verificar a ocorrência de polimorfismos no gene IL-4 e sua relação com a doença periodontal em uma amostra brasileira de indivíduos negros não-fumantes.Para este propósito, 60 pacientes foram selecionados e divididos em dois grupos: 30 pacientes com periodontite severa (Grupo doente) e 30 pacientes saudáveis (Grupo saudável). Todos os pacientes eram negros não-fumantes, tinham pais negros e boa saúde geral. Foram coletadas amostras de sangue e o DNA foi isolado e amplificado através de reação em cadeia de polimerase (PCR). Os polimorfismos na região promotora e no íntron 2 do gene IL-4 foram identificados através da visualização dos produtos do PCR. Os resultados mostraram uma freqüência de 10 (33.33%) e 8 (26.66%) pacientes positivos para o polimorfismo do íntron 2, e de 14 (46.66%) e 14 (46.66%) pacientes positivos para o polimorfismo da região promotora nos grupos teste e controle, respectivamente. A presença dogenótipo positivo para ambos os polimorfismos foi encontrada em 10 (33.33%) dos pacientes do grupo controle, e em 7 (23.33%) pacientes no grupo teste. Não houve relação estatisticamente significante entre a ocorrência de periodontite severa e a presença delimorfismos no íntron 2 (p>0.05), na região promotora (p>0.05), nem para ambos os polimorfismos (p>0.05). Pôde-se concluir que os polimorfismos do gene IL-4 não estão relacionados com a ) severidade da doença periodontal nesta amostra brasileira de afro-americanos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PONTES, Carla Cruvinel; SOUZA, Sérgio Luís Scombatti de. Análise da relação entre os polimorfismos no gene IL-4 e a doença periodontal em negros não-fumantes. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Pontes, C. C., & Souza, S. L. S. de. (2002). Análise da relação entre os polimorfismos no gene IL-4 e a doença periodontal em negros não-fumantes. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Pontes CC, Souza SLS de. Análise da relação entre os polimorfismos no gene IL-4 e a doença periodontal em negros não-fumantes. 2002 ;
    • Vancouver

      Pontes CC, Souza SLS de. Análise da relação entre os polimorfismos no gene IL-4 e a doença periodontal em negros não-fumantes. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021