Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa da interface intermediário/prótese sobre implantes fundida em ouro ou titânio c.p. antes e após eletroerosão (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: SARTORI, IVETE APARECIDA DE MATTIAS - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 805
  • Subjects: REABILITAÇÃO BUCAL; MATERIAIS DENTÁRIOS; PRÓTESE DENTÁRIA; ELETROEROSÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a possibilidade do uso clínico das próteses sobre implantes fundidas em titânio em substituição às próteses fundidas em ouro. Foram fundidas cinco próteses em titânio e cinco com ligas à base de ouro. As próteses foram avaliadas em relação à interface marginal após a fundição em monobloco e após o tratamento com eletroerosão. As leituras foram realizadas em um microscópio ótico comparador avaliando as próteses fundidas em ouro e titânio nas diferentes formas de aperto dos parafusos. Os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA). Para as comparações individuais foi utilizado o teste complementar de Tukey. A análise dos dados permitiu concluir que: as interfaces, quando os dois grupos foram analisados em monobloco, antes da eletroerosão, foram mais satisfatórias para o grupo em liga de ouro quando os parafusos estavam apertados (12,578 '+ OU -' 2,996 'mü'm contra 30,078 ' + OU -' 6,409 'mü'm) assim como quando o lado contrário ao apertado foi analisado (69,242 '+ OU -' 24,890 'mü'm e 94,246 '+ OU -' 39,586 'mü'm) sendo que nessa última análise, os dados não mostraram diferenças estatisticamente significantes; o procedimento de eletroerosão diminuiu as interfaces para os dois grupos sob todas as condiçôes de aperto ou desaperto do parafuso. As diferenças foram estatisticamente significantes; a comparação entre os dois grupos após a eletroerosão não mostrou resultado estatisticamente significantequando o lado contrário ao apertado foi analisado. No entanto, o grupo em liga de ouro mostrou interfaces melhores quando o lado apertado foi analisado (8,324 '+ OU -' 4,210 'mü'm e 17,078 '+ OU -' 5,334 'mü'm para o grupo do titânio) e quando os dois parafusos estavam apertados (5,412 '+ OU -' 2,373 'mü'm contra 16,078 '+ OU -' 5,562 'mü'm). ) As interfaces obtidas quando as próteses fundidas em titânio se relacionam aos intermediários, apesar de maiores que as obtidas pelo método convencional, parecem satisfatórias quando se associa o procedimento de eletroerosão. Quando a comparação é realizada entre o grupo do titânio após a eletroerosão e o grupo em liga de ouro antes da eletroerosão os resultados, apesar de melhores para o gupo em liga em ouro, não mostram diferenças estatisticamente significantes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.03.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SARTORI, Ivete Aparecida de Mattias; RIBEIRO, Ricardo Faria. Análise comparativa da interface intermediário/prótese sobre implantes fundida em ouro ou titânio c.p. antes e após eletroerosão. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Sartori, I. A. de M., & Ribeiro, R. F. (2002). Análise comparativa da interface intermediário/prótese sobre implantes fundida em ouro ou titânio c.p. antes e após eletroerosão. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Sartori IA de M, Ribeiro RF. Análise comparativa da interface intermediário/prótese sobre implantes fundida em ouro ou titânio c.p. antes e após eletroerosão. 2002 ;
    • Vancouver

      Sartori IA de M, Ribeiro RF. Análise comparativa da interface intermediário/prótese sobre implantes fundida em ouro ou titânio c.p. antes e após eletroerosão. 2002 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021