Exportar registro bibliográfico

Avaliação da reutilização de implantes contendo progestágenos para controle farmacológico do ciclo estral e ovulação em vacas de corte (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: MALUF, DÉCIO ZULIANI - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPA
  • Subjects: BOVINOS DE CORTE; HORMÔNIOS PROGESTACIONAIS; OVULAÇÃO; REPRODUÇÃO ANIMAL; VACAS; CICLO ESTRAL ANIMAL (CONTROLE)
  • Language: Português
  • Abstract: Duzentos e vinte e uma vacas (78 com bezerros entre 40 e 90 dias de idade) mestiças Nelore (Bos taurus indicus) x Charoles (Bos taurus taurus) foram utilizadas para avaliar a reutilização de implantes auriculares de silicone impregnados com progestágenos para controle farmacológico do ciclo estral e ovulação. Os tratamentos experimentais consistiram de três protocolos para sincronização do cio e inseminação artificial em tempo pre-determinado. No tratamento 1 (T1; n=73) as vacas receberam um implante auricular de Crestar (3 mg de norgestomet); no tratamento 2 (T2; n=75) as vacas receberam um implante auricular de Crestar já utilizado anteriormente em outra sincronização; e no tratamento 3 (T3; n=73) as vacas receberam dois implantes auriculares de Crestar tambem ja utilizados, os quais foram colocados lado a lado na emsma orelha. Além dos implantes, as vacas receberam aplicação intramuscular (im) de uma associação de 2 mL de progesterona (25mg/mL) 'mais' benzoato de estradiol (1mg/mL) no momento da colocação dos implantes (D0). Os implantes foram removidos após 8 dias (D7) junto a uma aplicação (im) de Preloban (150ug de D-cloprotenol). Após 24 h da remoção do implante, foi aplicado uma dose (im) de Estrogin (1mg de benzoato de estradiol). Todas as vacasn foram inseminadas artificialmente 54-56h após a retirada dos implantes. Noventa por cento do semen utilizado no experimento foi proveniente de um só touro, os 10% restantes foram distribuídosequitativamente entre os tratamentos. A inseminação artificial foi realizada por um único inseminador. As vacas com bezerro ao pé apresentaram um escore de condição corporal entre 5 e 6, numa escala de 1 a 9, e as vacas sem bezerro entre 6 e 7. A variável estudada foi a taxa de prenhez das vacas. A análise estatística foi realizada com o auxílio do pacote estatístico "Statistical Analysis Sustem 8.0", utilizando regressão logística. Não houve diferença na taxa ) de prenhez das vacas, sendo 39,72%, 34,21% e 36,98% para os tratamentos T1, T2 e T3, respectivamente. A reutilização de implantes com progestágeno não altera a taxa de prenhez de vacas aptas à reprodução
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.07.2002
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MALUF, Décio Zuliani; PIRES, Alexandre Vaz. Avaliação da reutilização de implantes contendo progestágenos para controle farmacológico do ciclo estral e ovulação em vacas de corte. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-29102002-154433/ >.
    • APA

      Maluf, D. Z., & Pires, A. V. (2002). Avaliação da reutilização de implantes contendo progestágenos para controle farmacológico do ciclo estral e ovulação em vacas de corte. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-29102002-154433/
    • NLM

      Maluf DZ, Pires AV. Avaliação da reutilização de implantes contendo progestágenos para controle farmacológico do ciclo estral e ovulação em vacas de corte [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-29102002-154433/
    • Vancouver

      Maluf DZ, Pires AV. Avaliação da reutilização de implantes contendo progestágenos para controle farmacológico do ciclo estral e ovulação em vacas de corte [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-29102002-154433/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021