Exportar registro bibliográfico

Estudo do efeito da substituição das rainhas no desenvolvimento produtivo de enxames africanizados capturados em caixas iscas e o desenvolvimento de colônias de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) em uma região de transição caatinga-cerrado no Piauí (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, DARCET COSTA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGE
  • Assunto: ABELHAS (ESTUDO;GENÉTICA)
  • Language: Português
  • Abstract: prática. Estatisticamente, não houve diferença (P<0,07) entre colônias que tiveram suas rainhas substituídas, ou não, para os parâmetros tempo decorrido para a primeira produção e produção de mel em ambas as fases. A proporção de caixas improdutivas nos dois grupos comparados não mostrou diferença significativa (p > 0,05) entre eles. O número de abandonos foi significativo (p < 0,07) apenas quando a substituição foi realizada mediante uma prévia avaliação do ) desempenho das famílias capturadas. Conclui-se no primeiro capítulo que a maior vantagem obtida com a substituição das rainhas é a redução do número de abandonos. No segundo capítulo, estudou-se o desenvolvimento de colônias de abelhas africanizadas no município de Castelo do Piauí/PI, por um período de um ano, quando foram acompanhadas as variações do peso da colméia, da área de cria (operária e zangão), e das de mel e pólen. O trabalho teve como objetivo o conhecimento da dinâmica das colônias para orientação de manejo e avaliação da possibilidade de implantação de uma área para fecundação de rainhas. Observou-se uma estreita associação com as condições ambientais, tendo os melhores pesos ocorrido nos meses de junho e julho/2000, no final do período das chuvas na região. As áreas de cria estiveram mais desenvolvidas nos meses de março, abril e maio/2001, período de chuvas, quando se encontram disponíveis várias espécies de plantas melíferas, principalmente as que compõem o estrato herbáceo. Asmaiores áreas de mel nas colônias foram observadas nos meses de junho e julho, coincidindo com o período de maior peso dos enxames. Observou-se, ainda, uma alta taxa de abandono nas caixas estudadas: 73,3% das famílias evadiram-se ao longo do experimento, sendo as limitações de pasto a principal causa. Foi observada a existência de correlações negativas e significativas entre a temperatura do ambiente e as áreas de crias de operárias e zangões, e as de mel e pólen. Ficou evidenciado, como o período mais crítico na região, o compreendido entre os meses de setembro e dezembro, quando são pequenas as áreas de cria alimento, as temperaturas são muito altas, e os abandonos ocorrem com maior freqüência. Diante do observado, considera-se que a utilização da área como campo de fecundação é possível, desde que acompanhada de um programa efetivo de alimentação, que assegure a produção ) e manutenção de zangões nas colméias dos apiários, durante o período de acasalamentosO presente trabalho foi divido em dois capítulos que tratam do efeito da substituição de rainhas em enxames africanizados capturados com caixas iscas, na reserva florestal "Pé de Gigante", no município de Luís Antônio/SP, e da avaliação do desenvolvimento de colônias africanizadas em uma região de transição caatinga-cerrado, no município de Castelo/PI. No primeiro capítulo, foram avaliados: atratividade de núcleos pintados de cores diferentes, branca e azul; peso dos enxames capturados; número de enxames transladados; número de abandonos; problemas relacionados à substituição e introdução de rainhas; tempo decorrido entre a captura e a primeira produção; produção de mel; número de colônias improdutivas; e relacionamento entre os parâmetros. A substituição das rainhas ocorreu em duas situações distintas: na primeira, denominada fase 1, a substituição se deu após um curto período de avaliação dos enxames capturados. Na segunda, denominada fase 2, as rainhas foram substituídas logo após a captura dos enxames. Os resultados ratificaram a preferência das abelhas pela cor branca na seleção das caixas para povoamento. O maior número de enxames capturados em dezembro. Dos 74 enxames capturados no trabalho, 68,9% foram translados e apenas 12 famílias abandonaram susa caixas (16,2%). A ausência de problemas relacionados ao processo de substituição das rainhas indicou que esta etapa do processo não representa dificuldade para a implantação sistemática desta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.11.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Darcet Costa; SOARES, Ademilson Espencer Egea. Estudo do efeito da substituição das rainhas no desenvolvimento produtivo de enxames africanizados capturados em caixas iscas e o desenvolvimento de colônias de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) em uma região de transição caatinga-cerrado no Piauí. 2001.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2001.
    • APA

      Souza, D. C., & Soares, A. E. E. (2001). Estudo do efeito da substituição das rainhas no desenvolvimento produtivo de enxames africanizados capturados em caixas iscas e o desenvolvimento de colônias de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) em uma região de transição caatinga-cerrado no Piauí. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Souza DC, Soares AEE. Estudo do efeito da substituição das rainhas no desenvolvimento produtivo de enxames africanizados capturados em caixas iscas e o desenvolvimento de colônias de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) em uma região de transição caatinga-cerrado no Piauí. 2001 ;
    • Vancouver

      Souza DC, Soares AEE. Estudo do efeito da substituição das rainhas no desenvolvimento produtivo de enxames africanizados capturados em caixas iscas e o desenvolvimento de colônias de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) em uma região de transição caatinga-cerrado no Piauí. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021