Exportar registro bibliográfico

Avaliação da resistência à remoção por tração de núcleos metálicos fundidos cimentados em raízes enfraquecidas reforçadas com cimento de ionômero de vidro modificado por resina (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, ROSANA APARECIDA DOS - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: CIMENTOS DE IONÔMEROS DE VIDRO MODIFICADOS POR RESINA; NÚCLEOS DENTÁRIOS FUNDIDOS; RESISTÊNCIA DE UNIÃO (ODONTOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: A influência do cimento na resistência à remoção por tração de núcleos metálicos fundidos cimentados em raízes debilitabas reforçadas com cimento de ionômero de vidro modificado por resina foi determinada utilizando-se cimento de fosfato de zinco e de ionômero de vidro. Foram empregados 40 dentes caninos superiores recém-extraídos com dimensões semelhantes, os quais foram divididos em quatro grupos: 1) raíz hígida com núcleo metálico fundido cimentado com cimento de fosfato de zinco (grupo controle); 2) raíz hígida com núcleo metálico fundido com cimento de ionômero de vidro; 3) raíz debilitada reforçada com cimento de ionômero de vidro modificado por resina com núcleo metálico fundido cimentado com fosfato de zinco; 4) raiz debilitada reforçada com cimento de ionômero de vidro modificado por resina com núcleo metálico fundido cimentado com cimento de ionômero de vidro. As raízes do grupo controle forma preparadas utilizando pontas diamantadas esféricas, nas dimensões do núcleo metálico, incluídas em pequenos blocos de acrílico. Após cimentação dos núcleos metálicos fundidos com cimento de fosfato de zinco e cimento de ionômero de vidro (Vitremer), os espécimes foram armazenados em água destilada em estufa regulada a '37 GRAUS'C por 24 horas. Os testes de resistência à fratura foram realizados na máquina de ensaio universal Kratos, a uma velocidade de 0,5 mm/min, com carregamento de tração. As médias dos resultados (kgf) e respectivos desvios-padrão por grupo foram:grupo 1: 48,14 kgf mais ou menos 15,92 kgf; grupo 2: 59,08 kgf mais ou menos 10,22 kgf; grupo 3: 18,93 kgf mais ou menos 10,25 kgf; grupo 4: 46,42 kgf mais ou menos 14,58 kgf. Após análise de variância a dois critérios foi possível concluir que: 1) As raízes reforçadas tiveram menor resistência à tração do que as raízes hígidas; 2) O cimento de ionômero de vidro Vitremer teve uma resistência à tração maior do que o cimento de fosfato de zinco; 3) ) Na inter-relação raíz debilitada/cimento, as raízes reforçadas e os núcleos cimentados com cimento de ionômero de vidro tiveram resistência à tração maior do que as raízes reforçadas e os núcleos cimentados com cimento de fosfato de zinco
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.02.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Rosana Aparecida dos; ATTA, Maria Teresa. Avaliação da resistência à remoção por tração de núcleos metálicos fundidos cimentados em raízes enfraquecidas reforçadas com cimento de ionômero de vidro modificado por resina. 2002.Universidade de São Paulo, Bauru, 2002.
    • APA

      Santos, R. A. dos, & Atta, M. T. (2002). Avaliação da resistência à remoção por tração de núcleos metálicos fundidos cimentados em raízes enfraquecidas reforçadas com cimento de ionômero de vidro modificado por resina. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Santos RA dos, Atta MT. Avaliação da resistência à remoção por tração de núcleos metálicos fundidos cimentados em raízes enfraquecidas reforçadas com cimento de ionômero de vidro modificado por resina. 2002 ;
    • Vancouver

      Santos RA dos, Atta MT. Avaliação da resistência à remoção por tração de núcleos metálicos fundidos cimentados em raízes enfraquecidas reforçadas com cimento de ionômero de vidro modificado por resina. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020