Exportar registro bibliográfico

A sexualidade no envelhecer: um estudo com idosos em reabilitação (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, RENATA MARIA ORTIZ DE - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: ENFERMAGEM GERIÁTRICA; SEXUALIDADE; IDOSOS; ENVELHECIMENTO; REABILITAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório com abordagem quantitativa que teve por objetivos: caracterizar os participantes do Grupo de Educação a Saúde (GES) da Divisão de Medicina de Reabilitação da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (DMR-HCFMUSP) quanto aos dados sócio-demográficos; conhecer a prática referentes à atividade sexual dos participantes; identificar as alterações na função sexual e conhecer as expectativas do GES. Após cumpridas as determinações éticas, os dados foram colhidos junto a 36 participántes do GES, da DMR-HCFMUSP. Para a coleta de dados utilizou-se instrumento específico, com 3 partes. Além dos dados sócio-demográficos (parte 1); Perguntas para os homens responderem (parte 2) e perguntas somente para mulheres responderem (parte 3). As características sócio-demográficas da clientela revelaram idade média de 75 a 80 anos (DPO=5,22); renda média salarial 6,41 salários (DP=3,75); quanto ao sexo obtivemos 31 mulheres e 5 homens; com relação ao estado civil 16 diziam viúvos, 10 casados; 5 solteiros e 5 divorciados; na escolaridade 19 (54,58%) apresentaram o ensino fundamental; com relação à religiosidade 26 eram praticantes; em relação a moradia 20 (55,56%) residem em apartamento. Com relação a atividade sexual apontam 12 (75,00%) praticam sexo 0 a 3 vezes por semana, a média permaneceu em torno de 1,87 com (DP=2,29); com relação a satisfação 17 (77,27%) considera satisfatória com intervalo de confiança 95%; comrelação a prazer 21 (80,77%) informam sentir prazer com intervalo de confiança de 95%; com relação a cirurgias recentes 22 (70,94%) foram submetidos a intervenções cirúrgicas; na busca de informações 20 (64,52%) buscam informações. Na identificação das alterações 13 (72,22%) responderam afirmativamente que apresentavam alterações e somente 18 (66,67%) responderam que não terem expectativas. Na atividade sexual 10 (55,56%) preferem carícias, 4 (22,22%) carícias ) e beijos e com relação as regiões que gostam de ser acariciados obtivemos as seguintes respostas 8 (29,63%) preferem a cabeça e 6 (22,22%) entre boca e pescoço, 2 (7,41%) mamilos, peito e genitais. Para uma segunda região a ser acariciada obtivemos um escore de 7 (30,43%) rosto, 5 (21,74%) mamilos, 4 (17,39%) peito, 3 (13,04%) genitais. Este estudo conclui que o GES no que diz respeito ao tema sexualidade foi de utilidade para um melhor esclarecimento dos pacientes e demonstrou que há necessidade de aprofundamento das investigações nesta área, como também aperfeiçoar a assistência prestada às pessoas idosas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Renata Maria Ortiz de; FARO, Ana Cristina Mancussi e. A sexualidade no envelhecer: um estudo com idosos em reabilitação. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Silva, R. M. O. de, & Faro, A. C. M. e. (2001). A sexualidade no envelhecer: um estudo com idosos em reabilitação. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva RMO de, Faro ACM e. A sexualidade no envelhecer: um estudo com idosos em reabilitação. 2001 ;
    • Vancouver

      Silva RMO de, Faro ACM e. A sexualidade no envelhecer: um estudo com idosos em reabilitação. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021