Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Ingestion of caustic substances and its complications (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MAMEDE, RUI CELSO MARTINS - FMRP ; MELLO FILHO, FRANCISCO VERISSIMO DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • DOI: 10.1590/s1516-31802001000100004
  • Subjects: INGESTÃO; SUBSTÂNCIAS NOCIVAS
  • Language: Inglês
  • Abstract: CONTEXTO: As substâncias cáusticas promovem a destruição dos tecidos através de reação de liquefação ou coagulação, e a intensidade de destruição depende do tipo da concentração, do tempo de contato e da quantidade ingerida. OBJETIVOS: Analisar as complicações observadas e correlacioná-las com a quantidade de "soda cáustica" ingerida. TIPO DE ESTUDO: Estudo retrospectivo. LOCAL: Hospital Universitário, centro de referência. PARTICIPANTES: 239 pacientes que ingeriram "soda cáustica". VARIÁVEIS ESTUDADAS: Quantidade de cáustico granulado ingerido medido em colheres de sopa, e as complicações analisadas foram: esofagite, estenose e cancerização esofágica, fístulas, perfurações, lesões do estômago, abscesso cerebral e óbito. As estenoses foram classificadas em leve, moderada e grave, conforme os achados radiológicos. RESULTADOS: Observaram-se 89,3% de esofagite que em 72,6% evoluíram para estenose e 1% para óbito na fase aguda. Estenose leve foi encontrada em 17,6%, moderada em 59,3% e grave em 23%. Nas mulheres identificou-se 80,8% de estenose e no homem 62,5%. No grupo que ingeriu fragmentos houve 46,9% de estenose e no que bebeu uma ou mais colheres,93,6%. Constatamos 32,2% de lesões no estômago-duodeno ao ingerirem uma ou mais colheres, pois a ingestão de "fragmentos" não foi suficiente para tal. Não houve, nesse estudo, correlação entre a intensidade de lesões do esôfago e do estômago. Observaram-se 1,8% de cancerização do esôfago, 1,4% de óbitos na fase crônica,4,6% de perfurações, 0,9% de fístulas e 1,4% de abscesso cerebral. CONCLUSÕES: As complicações tiveram relação com a quantidade de soda cáustica ingerida; que pequenas quantidades causam esofagite ou estenose e, em grande quantidade, aumentam o risco de fístulas, perfurações e óbito
  • Imprenta:
  • Source:
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.1590/s1516-31802001000100004 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAMEDE, Rui Celso Martins; MELLO-FILHO, Francisco Veríssimo. Ingestion of caustic substances and its complications. São Paulo Medical Journal, São Paulo, v. 119, n. 1. p. 10-15, 2001. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/spmj/v119n1/3779.pdf > DOI: 10.1590/s1516-31802001000100004.
    • APA

      Mamede, R. C. M., & Mello-Filho, F. V. (2001). Ingestion of caustic substances and its complications. São Paulo Medical Journal, 119( 1. p. 10-15). doi:10.1590/s1516-31802001000100004
    • NLM

      Mamede RCM, Mello-Filho FV. Ingestion of caustic substances and its complications [Internet]. São Paulo Medical Journal. 2001 ; 119( 1. p. 10-15):Available from: http://www.scielo.br/pdf/spmj/v119n1/3779.pdf
    • Vancouver

      Mamede RCM, Mello-Filho FV. Ingestion of caustic substances and its complications [Internet]. São Paulo Medical Journal. 2001 ; 119( 1. p. 10-15):Available from: http://www.scielo.br/pdf/spmj/v119n1/3779.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021