Exportar registro bibliográfico

Análise de diferentes fatores na disposição de metais pesados em sedimentos lacustres no Parque Ecológico do Tiête (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: PINHEIRO, CYNTIA HELENA RAVENA - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GGG
  • Subjects: SEDIMENTOLOGIA LACUSTRE; POLUIÇÃO DA ÁGUA
  • Language: Português
  • Abstract: Verificar a existência de metais pesados nos sedimentos lacustres do Parque Ecológico do Tietê - Centro de Lazer Engenheiro Goulart (PET), sua distribuição horizontal e a identificação das suas prováveis fontes constitui o objetivo desta dissertação, bem como avaliar os parâmetros físicos, físico-químicos e químicos que poderiam disponibilizá-los de maneira a comprometer a qualidade desse ambiente. As amostragens consistiram de dois períodos climáticos distintos, um na estação climática de menor pluviosidade (inverno) e outro na estação de maior pluviosidade (verão). Os sedimentos coletados em dezesseis estações foram subdivididos em duas subamostras denominadas de topo e base e essas submetidas a análises químicas dos teores totais dos metais cobre, cromo, níquel e zinco, bem como do ferro, alumínio, manganês e fósforo. Análises químicas totais foram efetuadas em água da interface e contribuíram para a melhor compreensão da provável dinâmica que resultou nas diferenças entre os teores dos metais nos sedimentos exibidos entre as duas coletas. Os parâmetros físico-químicos determinados no campo, tanto para os sedimentos do topo e da base, quanto da água da interface (Eh, pH, condutividade elétrica, temperatura e oxigênio dissolvido) foram fundamentais para consubstanciar a interpretação da transferência dos metais de um compartimento para outro nos dois períodos de coleta. Os particulados em suspensão, foram analisados em microscópio eletrônicode varredura (MEV), com Energy Dispersive Spectrum (EDS), acoplado. Análises granulométricas permitiram a determinação do porcentual das frações mais finas dos sedimentos, principalmente as frações argila e silte, bem como do teor de matéria orgânica, por exibirem alta capacidade de adsorção de metais. Essas amostras também foram submetidas à análise do conteúdo mineral por difratometria de raios-X (DRX). A caracterização dos sedimentos como ambientes altamente ) redutores e levemente ácidos também indicou que os sulfetos desses metais fazem parte do equilíbrio entre as formas químicas que constituem esses ambientes. Os resultados obtidos receberam tratamentos matemáticos e geoestatísticos para auxiliar na compreensão do comportamento dos metais e a similaridade entre eles. O fator de correlação de Pearson foi um dos instrumentos utilizados e permitiu verificar a correlação existente principalmente entre o ferro e os metais zinco e cromo; entre o cobre e o zinco; fósforo e os metais ferro e alumínio; entre o alumínio, o zinco e o ferro; entre o teor de umidade e zinco. Elevadas também foram as correlações entre os particulados mais finos (silite 'mais' argila) e os metais zinco, cromo e cobre. O cálculo do fator de enriquecimento dos metais nos sedimentos incluiu a normalização de suas concentrações utilizando o teor de 'Al IND. 2''O IND. 3', visando minimizar os efeitos das diferenças granulométricas e mineralógicas dos sedimentos. Esse fator permitiuverificar o enriquecimento dos sedimentos do topo com relação à base em ambas as coletas e de somente parte desses metais no topo da 2ª coleta em relação à 1ª. Algumas das estações de coleta mais próximas à entrada da água do rio Tietê apresentaram os sedimentos do topo mais enriquecidos que as demais. O emprego do programa geoestatístico SURFER permitiu uma clara visualização da distribuição das isolíneas de concentração. Através da intensidade das cores utilizadas nos mapas de isoteores pôde-se facilmente verificar as áreas com maiores concentrações associadas às tonalidades mais fortes, situadas à NW e a SE do lago. Esses mapas também auxiliaram na identificação de fontes de dispersão dos metais, provenientes tanto das entradas de esgoto quanto das águas do rio Tietê. A interação entre a biota e metais pesados foi verificada através da observação dos particulados em suspensão com o auxílio do MEV. Análises químicas qualitativas pontuais realizadas nesse material indicaram a presença desses metais nas estruturas internas de alguns exemplares do fitoplâncton
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.12.2001
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINHEIRO, Cyntia Helena Ravena; SÍGOLO, Joel Barbujiani. Análise de diferentes fatores na disposição de metais pesados em sedimentos lacustres no Parque Ecológico do Tiête. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-24092015-163231/pt-br.php >.
    • APA

      Pinheiro, C. H. R., & Sígolo, J. B. (2001). Análise de diferentes fatores na disposição de metais pesados em sedimentos lacustres no Parque Ecológico do Tiête. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-24092015-163231/pt-br.php
    • NLM

      Pinheiro CHR, Sígolo JB. Análise de diferentes fatores na disposição de metais pesados em sedimentos lacustres no Parque Ecológico do Tiête [Internet]. 2001 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-24092015-163231/pt-br.php
    • Vancouver

      Pinheiro CHR, Sígolo JB. Análise de diferentes fatores na disposição de metais pesados em sedimentos lacustres no Parque Ecológico do Tiête [Internet]. 2001 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-24092015-163231/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021