Exportar registro bibliográfico

Cefaléia e qualidade de vida: utilização do SF-36 em uma amostra de funcionários de um hospital brasileiro (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA JÚNIOR, HILTON MARIANO DA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: CEFALEIA (ESTUDO); NEUROLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo avaliou o impacto da cefaléia na qualidade de vida relacionada à saúde em uma amostra de funcionários de um hospital público brasileiro. Nos meses de março a abrii de 2000 foram entrevistados 350 funcionários seiecionados aleatoriamente entre os 1140 que trabalham no Hospital Municipal Márìo Gatti, na cidade de Campinas - SP, questionados quanto à ocorrência de cefaléia nos últimos 6 meses ( classificada de acordo com os critérios de 1988 da Sociedade Intemacional de Cefaléia ) e aplicada a versão traduzida para a língua portuguesa do instrumento genérico de qualidade de vida SF-36. Do total de 350 funcionários selecionados, foram excluídos 23 ( 6,6 % ) por estarem em período de férias; 05 (1,4 % ) por afastamento de suas atividades de trabalho devido a problemas de saúde; 07 ( 2% ), por diagnóstico de doenças crônicas (três funcionários eram hipertensos, dois queixavam-se freqüentemente de lombalgias e outros dois tinham acompanhamento médico por depressão ). Cinco funcionários (1,4% ) se recusaram a participar do estudo. Os 310 funcionários restantes foram divididos segundo a presença de cefaléia nos seis meses prévios em três grupos: 1. Migrânea: formado por 92 funcionários, 81 mulheres ( 88 % ) e 11 homens (12 % ) , com média de idade de 36,8 anos e desvio -padrão de 8,2 anos. 2. Tensional: constituído por 81 funcionários - 58 mulheres ( 71,6 96 ) e 23 homens ( 28,4 % ) , com média de idade de 36,4 anos e desvio-padrão de 8.5 anos.3. Controle ( sem queixa de cefaléia ): 90 indivíduos, 71 mulheres ( 78,9 % ) e 19 homens ( 21,1 % ), com média de idade de 37,8 anos e desvio-padrão de 10,2 anos. Utilizando-se o teste de Mann - Whitney ( não paramétrico ) para defìnição das variáveis com diferença significativa, foram comparados os oito aspectos avaliados pelo SF-36 entre os três grupos. Nos parâmetros capacidade funcional ( p = 0,131 ), estado geral da saúde ( p = 0,063 ), ) aspectos físicos ( p = 0,805 ), aspectos sociais ( p = 0,20 ), saúde mental ( p = 0,114 ), e aspectos emocionais ( p = 0,221 ) os grupos avaliados não apresentaram diferenças estatisticamente significativas. No aspecto vitalidade, os valores obtidos pelo grupo Tensional ( p< 0,0113 ) e Migrânea ( p< 0,0004) foram menores que os do controle. Na análise da presença de dor, o valor obtido pelos migranosos foi signifícativamente menor que os do controle (p< 0,00001) e do grupo Tensional (p< 0,03), ao passo que o escore do grupo Tensional foi menor que o do controie (p< 0,05 ). Com esses dados foi possível determinar o importante comprometimento da qualidade de vida no aspecto vitalidade dos indivíduos avaliados decorrente da cefaléia, apesar de se tratar de uma amostra não oriunda de uma clínica especializada em cefaléia e da relativa baixa freqüência de crises dos funcionários avaliados. 0 SF-36 mostrou ser um instrumento útil na estimativa desse impacto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.10.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA JÚNIOR, Hilton Mariano da; SPECIALI, José Geraldo. Cefaléia e qualidade de vida: utilização do SF-36 em uma amostra de funcionários de um hospital brasileiro. 2001.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2001.
    • APA

      Silva Júnior, H. M. da, & Speciali, J. G. (2001). Cefaléia e qualidade de vida: utilização do SF-36 em uma amostra de funcionários de um hospital brasileiro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silva Júnior HM da, Speciali JG. Cefaléia e qualidade de vida: utilização do SF-36 em uma amostra de funcionários de um hospital brasileiro. 2001 ;
    • Vancouver

      Silva Júnior HM da, Speciali JG. Cefaléia e qualidade de vida: utilização do SF-36 em uma amostra de funcionários de um hospital brasileiro. 2001 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021