Exportar registro bibliográfico

Estudo da relação entre insônia, equilíbrio adaptativo e Função Alfa (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: ROSSINI, SUELI REGINA GOTTOCHILICH - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: TRANSTORNOS DO SONO; INSÔNIA; ESCALA DIAGNÓSTICA ADAPTATIVA OPERACIONALIZADA; TESTE DE APERCEPÇÃO TEMÁTICA; PSICANÁLISE
  • Language: Português
  • Abstract: Avaliou-se a eficácia adaptativa de sujeitos com insônia crônica através da Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada (EDAO), de R. Simon. O Questionário do Sono, de Giglio, foi utilizado para levantar os principais problemas no sono e as conseqüências na qualidade de vida dos sujeitos. A dinâmica do funcionamento mental dos sujeitos com insônia crônica, sem associação de nenhum outro quadro orgânico, foi analisada através do Teste de Apercepção Temática (TAT) e segundo os pressupostos teóricos de W.R.Bion a respeito da Teoria da Função Alfa. Os resultados mostraram que: 1) a insônia crônica está associada a sério prejuízo na eficácia adaptativa, com Adaptação Ineficaz Severa da maioria dos sujeitos; 2) a insônia crônica associada a quadros orgânicos está relacionada a diagnósticos de maior comprometimento adaptativo. Os sujeitos apresentam dificuldades nas 3 etapas do sono, com maior intensidade para conciliação inicial do sono; além de sonolência diurna apresentam outras conseqüências da insônia; fazem uso constante de medicamento. Com respeito ao funcionamento mental, prevalece nos sujeitos com insônia crônica baixa tolerância à frustração e à dor psíquica, intolerância à dúvida e ao novo, levando a um estado mental de comprometimento da Função 'alfa' e, conseqüentemente, à impossibilidade de dormir e de acordar. Nos casos de melhor configuração adaptativa, os sujeitos do grupo-controle mostraram funcionamento adequado da Função 'alfa',enquanto nos casos de maior comprometimento há prejuízo da Função 'alfa' e prevalência de relações parasitárias, com intensificação da identificação projetiva, o mesmo ocorrendo no grupo dos insones, de forma geral. O comprometimento da Função 'alfa' não é específico dos quadros de insônia, estando presente também em indivíduos do grupo-controle. O que vai determinar a possibilidade de dormir ou de ficar acordado são as forças instintivas. ) No insone, prevalecendo o instinto de vida, o leva a continuar buscando, através da insônia, uma solução, uma nova configuração enquanto os que conseguem dormir, parecem que desistiram, se conformaram, sugerindo intensificação do instinto de morte
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROSSINI, Sueli Regina Gottochilich; SIMON, Ryad. Estudo da relação entre insônia, equilíbrio adaptativo e Função Alfa. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Rossini, S. R. G., & Simon, R. (2001). Estudo da relação entre insônia, equilíbrio adaptativo e Função Alfa. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rossini SRG, Simon R. Estudo da relação entre insônia, equilíbrio adaptativo e Função Alfa. 2001 ;
    • Vancouver

      Rossini SRG, Simon R. Estudo da relação entre insônia, equilíbrio adaptativo e Função Alfa. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021